Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Saúde

Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa deve ser entregue neste ano

Publicado em: 10/08/2020 18:21 | Atualizado em: 10/08/2020 19:12

 (Fotos: Andréa Rêgo Barros/PCR)
Fotos: Andréa Rêgo Barros/PCR
Nesta segunda-feira (10), data em que o governador Eduardo Campos, morto em um acidente de avião, completaria 55 anos, foi anunciado que o hospital que carrega seu nome entrou em fase final. A obra, que deve ser entregue ainda em 2020, é exclusiva para pessoas idosas e tem capacidade para realizar 30 mil procedimentos por mês. Localizado na Avenida Recife, em Areias, o estabelecimento contou com investimento de R$ 25 milhões de recursos municipais.

“É claro que todos nós preferíamos que Eduardo estivesse aqui conosco presencialmente, mas tudo o que ele viveu, tudo o que ele realizou e o que ele representa ficaram de legado e inspiram, hoje, muitas pessoas a continuarem fazendo o que ele sempre fez: combate à injustiça social e à desigualdade, além de oferecer oportunidade a quem não tem oportunidade. Agora, aqui no Hospital Eduardo Campos, a pessoa idosa vai ter direito a um atendimento de muita qualidade no SUS”, disse o prefeito Geraldo Julio, que visitou o local nesta tarde.

O Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa está recebendo equipamentos dos leitos desativados na reorganização da rede de hospitais de campanha da pandemia da covid-19. Ele é o segundo hospital erguido pela atual administração, construído após o Hospital da Mulher do Recife Dra. Mercês Pontes Cunha, localizado no Curado, além dos hospitais de campanha erguidos, em 45 dias, durante a pandemia.

Quando estiver funcionando, o HECPI terá capacidade para realizar, por mês, aproximadamente, oito mil consultas médicas e não médicas (como as de enfermagem e farmacêuticas, por exemplo). Serão 72 leitos, sendo dez de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No local ainda serão oferecidas cirurgia geral, vascular e plástica; geriatria, gerontologia, neurologia e outras. Exames de patologia clínica, biópsia/punção, ultrassonografia, ecocardiografia, eletrocardiograma, eletroencefalograma, eletrocardiografia e endoscopia também estão na lista de atendimenetos ofertados.

O HECPI também atuará na formação e aprimoramento de profissionais de saúde, formação de cuidadores e na orientação de familiares e outros acompanhantes. A unidade fará parte de uma rede de cuidados e atenção integral à pessoa idosa, desde a atenção básica à especializada, promovendo a articulação e integração de ações com as demais políticas. Ao todo, são 8 mil m² de área construída, 72 leitos, com 10 UTIs, 13 consultórios e 4 Salas de Cirurgia. Também serão contratados 400 profissionais de saúde, sendo 70 médicos, que serão responsáveis por 8 mil consultas, 700 internações e 500 cirurgias por mês.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista advogada Rafaella Simonetti do Valle
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro
Rhaldney Santos entrevista o empreendedor digital Harry Thorpe, criador da plataforma Miauu
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco