Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

AMAZONAS

Família denuncia que militar encontrado morto em batalhão foi vítima de tortura

Publicado em: 05/08/2020 17:47

Jonatha Correa Pantoja, de 18 anos, foi encontrado morto com um tiro de fuzil  (Foto: Arquivo Pessoal)
Jonatha Correa Pantoja, de 18 anos, foi encontrado morto com um tiro de fuzil (Foto: Arquivo Pessoal)
A família do soldado Jonatha Correa Pantoja, de 18 anos, denuncia que o jovem foi vítima de tortura dentro do 7° Batalhão de Polícia do Exército (7°BPE), em Manaus, onde foi encontrado morto com tiro de fuzil, na madrugada dessa segunda-feira (3).

Durante o velório, familiares relataram que o corpo do Jonatha apresentava perfurações nas costas, nos braços e na cabeça, o que acreditam ser sinais de violência. O tio do rapaz, Valdionor Maciel, afirma que, por trabalhar há muitos anos na área de segurança, reconhece que os hematonas não foram causados apenas pelo tiro de fuzil e, sim, por espancamento.

Em entrevista ao G1, o tio de Jonatha relatou ainda que o jovem estava servindo ao Exército há poucos meses, o que o levou a deixar o município de Borba, distante 149 quilômetros de Manaus, em busca de realizar um sonho de infância.

"Aquela farda era a vida dele. E ele foi brutalmente assassinado dentro do próprio órgão que ele admirava. Um jovem cheio de sonhos, com uma vida pela frente, e infelizmente aconteceu essa tragédia", conta.

Segundo o Comando Militar da Amazônia (CMA), o soldado estava de serviço no quartel quando foi ferido por um tiro de fuzil, mas a corporação não informou de onde partiu o disparo.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #Aulão: tudo sobre botânica
Rhaldney Santos entrevista a oftalmologista Larissa Ventura
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #259 O que é uma planta?
Rhaldney Santos entrevista o desembargador do TJPE Erik Simões
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco