Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

TRAGÉDIA

Prefeito de Seul encontrado morto deixou carta de despedida com pedido de desculpas

Publicado em: 10/07/2020 17:58

 (Foto: Seoul City Government/Divulgação )
Foto: Seoul City Government/Divulgação
Autoridades de Seul, capital da Coreia do Sul, divulgaram uma carta de despedida deixada pelo prefeito da cidade, Park Won-soon, de 64 anos, encontrado morto nessa quinta-feira (9). No bilhete escrito à mão, encontrado na sua residência oficial nesta sexta-feira (10), ele fez um pedido de desculpas. 

"Sinto muito por todos. Agradeço a todos que estiveram comigo na minha vida", escreveu Park. "Sinto muito pela minha família, a qual só causei dor", continuou, antes de encerrar com um "adeus a todos". Na carta, ele ainda pediu que seu corpo fosse cremado e que suas cinzas fossem espalhadas nos túmulos de seus pais.

O bilhete não fez menção às acusações de assédio sexual que vieram à tona contra ele um dia antes de cometer suicídio. Um documento que seria o depoimento da vítima, a secretária pessoal de Park desde 2015, afirma que o ex-prefeito cometeu "assédio sexual e gestos inapropriados durante as horas de trabalho", como insistir que ela o abraçasse no dormitório anexo a seu escritório.

Antes de ser dado como desaparecido, Park foi visto pela última vez na manhã dess quinta, quando deixou a residência oficial por volta de 10h40, usando um chapéu preto e uma mochila. Ele era visto como um potencial candidato à presidência para 2022.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Vacina: 5,7 bilhões de doses já foram compradas no mundo
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
12/08 - Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Bolsonaro: incêndios na Amazônia são mentira
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco