Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

CORONAVÍRUS

Corpos se acumulam em casas por falta de espaço em cemitérios de cidade boliviana

Por: AFP

Publicado em: 02/07/2020 15:49

 (Foto: Michael DANTAS / AFP)
Foto: Michael DANTAS / AFP
A cidade boliviana de Cochabamba começou a sofrer com a falta de espaço nos cemitérios e a saturação do único crematório, enquanto cerca de 40 corpos de vítimas da Covid-19 permanecem em suas casas sem serem removidos, informou uma associação funerária nesta quinta-feira (2). 

"Nos lares, existem mais de 40 corpos aguardando a data da cremação", disse Carlos Orellana, presidente da Associação Privada de Casas Funerárias de Cochabamba, uma região da Bolívia central com cerca de 710.000 habitantes, a jornalistas. 

O empresário apontou que o cemitério local não tem mais espaço, apesar dos anúncios oficiais, e que o único crematório é suficiente apenas para incinerar três corpos por dia e está saturado de demanda. 

O diretor do Serviço Regional de Saúde, Yecid Mamani, destacou que "infelizmente o cemitério geral está saturado, não apenas devido à questão de pacientes de Covid-19, mas também a outras patologias". 

"Muitos falecidos ainda estão em casa, assim como nos hospitais", acrescentou. 

Cochabamba é a terceira região mais afetada pelo coronavírus, depois de Santa Cruz (leste) e Beni (nordeste). Até esta quinta, a região registra 3.744 casos de um total nacional de 34.227 e 221 mortes de 1.201.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
China detecta vírus da Covid-19 em frango brasileiro
Rhaldney Santos entrevista o pré-candidato à prefeitura de Jaboatão Pastor Severino
Vacina: 5,7 bilhões de doses já foram compradas no mundo
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco