Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Transporte

Com aumento de passageiros, Metrô do Recife amplia horário de funcionamento

Publicado em: 09/07/2020 11:26

Movimentação na manhã desta quinta era intensa na Estação Recife, no bairro de São José, Centro da capital. (Foto: Paulo Paiva/DP FOTO.)
Movimentação na manhã desta quinta era intensa na Estação Recife, no bairro de São José, Centro da capital. (Foto: Paulo Paiva/DP FOTO.)

O Metrô do Recife começou a funcionar em horário ampliado nesta quinta-feira (9). As Linhas Centro e Sul funcionarão das 5h30 às 9h30 e das 15h30 às 21h. O serviço adotou horários reduzidos de circulação dos trens das linhas Centro e Sul, além de interromper a operação na linha diesel (VLT), desde o dia 21 de março, por conta da pandemia no novo coronavírus. A ampliação do horário em uma hora ocorre por conta do aumento da demanda de usuários. Com o avanço das etapas do Plano de Monitoramento e Convivência com a Covid-19 do Governo de Pernambuco, mais pessoas estão se deslocando pela cidade. 

Apesar da rotina modificada por conta do risco da Covid-19, os problemas continuam os mesmos para quem depende do transporte. Em horários de pico os vagões saem lotados e a distância de 1,5, recomendada por autoridades sanitárias para diminuir o risco de contágio, não é respeitada. "Quem depende de coletivo continua sofrendo. É aperto, passagem cara, falta de manutenção, trem demorando muito e quebrando no meio do caminho. Esse período de menor movimento poderia ser aproveitado para reforçar a manutenção do sistema", opina a técnica de enfermagem Luciana Cardoso, de 50 anos.

Na manhã desta quinta-feira (9), o movimento era intenso na Estação Recife, no bairro de São José, Centro da capital. A maioria dos usuários atendia à recomendação fixada em cartazes de usar máscara. Quem ainda insistia a não se proteger, era abordado por seguranças e orientado sobre as medidas de prevenção.

A técnica de enfermagem Luciana Cardoso, 50, depende do transporte e critica falta de manutenção. (Foto: Paulo Paiva/DP FOTO.)
A técnica de enfermagem Luciana Cardoso, 50, depende do transporte e critica falta de manutenção. (Foto: Paulo Paiva/DP FOTO.)

Apesar das críticas, o reforço na higienização tem sido percebido pelos usuários. De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), os trens recebem limpeza nos períodos de recolhimento, entre viagens e ao término da operação comercial "A limpeza melhorou um pouco. Agora, antes da viagem às vezes limpam os corrimões e os assentos", comenta Adelinete de Araújo, 49, que frequenta as estações Rodoviária e Central todos os dias para de descolar do município de São Lourenço até o Recife.

O Metrô do Recife transportava em médica 400 mil passageiros por dia. Desde o início da pandemia houve uma diminuição da frequência de usuários, mas o movimento está sendo retomado com a volta de alguns setores econômicos no estado. De acordo com a CBTU, foi registrado aumento de 8,17% a partir do mês de junho, quando teve início o cronograma de retorno das atividades. A retomada do serviço no horário integral ainda não é possível, já que 50% dos empregados da operação e manutenção estão afastados por pertencerem ao grupo de risco para a Covid-19.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Vacina: 5,7 bilhões de doses já foram compradas no mundo
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
12/08 - Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Bolsonaro: incêndios na Amazônia são mentira
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco