Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Flexibilização

Bares também devem reabrir no dia 20 de julho seguindo protocolos

Publicado em: 10/07/2020 16:42 | Atualizado em: 10/07/2020 20:13

Bares não poderão atender clientes que não estejam sentados.  (Foto: Pixabay/Reprodução)
Bares não poderão atender clientes que não estejam sentados. (Foto: Pixabay/Reprodução)
Além de restaurantes, lanchonetes e cafés, os bares também poderão reabrir no próximo dia 20 na Região Metropolitana do Recife e Matas Norte e Sul, desde que ofereçam o serviço de alimentação e sigam os protocolos estabelecidos para o setor. Neste caso, poderão funcionar os estabelecimentos que tenham mesas e cadeiras, além de cadeiras no balcão, e não será permitido servir os clientes em pé. Os bares também deverão seguir o horário estabelecido para esta retomada, não podendo funcionar entre 20h e 6h. O retorno também deve obedecer a capacidade de 50% do funcionamento. Medidas de distanciamento, uso de máscara e protocolos sanitários também fazem parte das normativas.


Segundo Maíra Fischer, secretária executiva de Políticas de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, o objetivo da reabertura é para que as pessoas possam usar os espaços para se alimentar, mas sem causar aglomerações. "Não é o momento de confraternizar, é para usar a atividade econômica para se alimentar, para que possa almoçar ou jantar antes de r para casa depois do trabalho", explica. Tanto os estabelecimentos quanto os consumidores precisão ficar atentos aos protocolos a serem seguidos. "Vai ter que distância de 1,5 metros entre as mesas. O uso da máscara será obrigatório para todos os funcionários e sempre que o cliente estiver fora da mesa. Essas são regras pensadas para que a atividade volte a funcionar logo porque antecipamos a retomada do setor, que estaria apenas na etapa seguindo do plano de flexibilização", acrescenta. 

Apesar do pleito do setor de o funcionamento seguir até às 22h, a decisão é que o horário será até às 20h. "Não foi possível atender o pedido de fechar entre 22h e 6h neste momento. Tudo vai avançar de forma gradual, nenhum setor abriu da mesma forma que funcionava antes, vai ser por etapas. Quando os números da saúde melhorarem, vamos poder flexibilizar mais. Agora tentamos garantir o funcionamento para não inviabilizar os negócios", pontua Maíra Fischer. Para Andé Araújo, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Pernambuco (Abrasel-PE), as duas horas a mais pleiteadas seriam importantes para o setor. "São duas horas de consumo importantes para os bares que, normalmente, abrem no final da tarde, isso significa atingir entre 70% e 80% deles e retirar cerca de entre cinco e seis horas de consumo comparando com o horário que funcionavam antes da pandemia", afirmou. 

Haverá fiscalização para que os protocolos sejam seguidos. "Teremos um conjunto de atores responsáveis pela fiscalização, como a Vigilância Sanitária dos municípios e do estado, além do Procon estadual e municipal. Em alguns casos que tenham situações mais complexas com aglomeração poderá haver fiscalização por parte da polícia. O importante é que os protocolos sejam respeitados para que tudo funcione da melhor forma possível para que a gente não veja situações indesejadas como se viu em outros estados", ressalta Maíra Fischer. 

A antecipação da reabertura de bares, restaurantes, lanchonetes e cafés em uma etapa do plano de flexibilização das atividades econômicas do governo do estado, passando da fase sete para a seis, se deu por ser um setor importante para a economia de Pernambuco. "Ele emprega muita gente, tem uma culinária reconhecida internacionalmente e faz parte da cultura pernambucana, e tem esse peso de saber que a maioria está funcionando apenas com delivery, gerando certa dificuldade de caixa nos estabelecimentos. Precisava flexibilizar a atividade antes mesmo de esperar os números da saúde que garantissem o convívio social", conclui a secretária executiva.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
OMS descarta transmissão da Covid-19 por alimentos
Suspeito de assassinar blogueiro e filho adolescente em Rio Formoso se entrega
Rhaldney Santos entrevista o pré-candidato à prefeitura de Jaboatão Pastor Severino
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco