Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

LUTO

Arquiteta e paisagista Janete Freire morre aos 80 anos vítima da Covid-19

Publicado em: 10/07/2020 21:30 | Atualizado em: 10/07/2020 23:17

 (Foto: Reprodução / Facebook)
Foto: Reprodução / Facebook
Arquiteta e paisagista responsável pela requalificação de diversas praças e jardins do Recife, Janete Freire morreu nesta sexta-feira, aos 80 anos. A família aponta que a primeira profissional contratada para decorar as festas de Natal e carnaval da cidade foi vítima de complicações causadas pela Covid-19. “Minha mãe dedicou sua vida para embelezar o Recife, uma mulher que se destacou pela sua personalidade e trabalho arrojado. Trabalhou com Burle Marx e sempre quis fazer o melhor para a nossa cidade”, diz Ana Paula Freire. “Foi inovadora e visionária”, completa a filha de Janete.

O trabalho de Janete, que em 2004 chegou a receber o prêmio Decoração, Arquitetura, Design e Paisagismo do Tacaruna Mulher, está presente nos canteiros da Avenida Agamenon Magalhães, obra realizada durante a gestão Jarbas Vasconcelos. “Tempos tristes e de muitas perdas. Soube há pouco do falecimento da arquiteta e paisagista Janete Freire. Seu talento e olhar diferenciado para os espaços públicos transformaram e embelezaram largos, jardins, praças, parques e logradouros. Tive o privilégio de contar com sua parceria, trabalho e inspiração quando fui prefeito do Recife e também quando estive à frente do Governo do Estado”, disse o deputado federal. 

“Janete foi uma colaboradora zelosa que ajudou a tornar a cidade mais aprazível para os moradores e convidativa aos visitantes. Expresso com pesar seu falecimento, enviando abraço solidário a sua família e amigos próximos”, acrescentou. Carlos Eduardo Cadoca, ex-secretário de Turismo do Recife, também prestou homenagem neste momento. “Tive a oportunidade de trabalhar com Janete na Prefeitura do Recife. Assinou vários projetos arrojados e inovadores que ajudaram a dar ao Carnaval o toque de profissionalismo que a gente buscava. Foi dela a ideia de colocar na Guararapes o enorme pálio de maracatu, transformando a avenida em um grande e colorido salão de festa. Um símbolo. Perdemos, lamentavelmente,  uma grande profissional. Aos familiares e amigos, as nossas condolências”, disse por nota enviada ao Diario de Pernambuco.

“Pernambuco perdeu sua maior paisagista. Janete Freire dedicou toda sua vida a sonhar com um Recife mais bonito e humano. Pode expressar isso na paisagem da cidade nos anos 80 e 90 quando trabalhou na recuperação de praças e jardins colocando literalmente a mão na massa”, relembra a ex-deputada Terezinha Nunes, amiga próxima de Janete. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Bolsonaro: incêndios na Amazônia são mentira
12/08 - Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Putin anuncia vacina com imunidade duradoura
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco