Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

ARTISTA

Ana Cañas: 'Não consegui patrocínio por ter me posicionado pela democracia'

Publicado em: 12/07/2020 11:07

 (Foto: Catto Comunicação/Divulgação)
Foto: Catto Comunicação/Divulgação
A cantora Ana Canãs passou pela situação de ter de cancelar uma live por falta de patrocínio, e graças aos fãs conseguiu se apresentar com dinheiro levantado em uma vaquinha virtual.

“Acho que todos nós da classe artística estamos tendo que nos reinventar para arranjar novas formas de subsistência”, pontua Ana. Ela afirma que o problema não são os artistas que se beneficiam de patrocínios e sim as empresas. “Tenho certeza que eu não conseguir patrocínio tem a ver com o fato de eu ter me posicionado a favor da democracia”, critica a cantora.

A artista conta que fazer apresentações na plataforma ao vivo no Youtube exigem um pouco mais de estrutura em questões técnicas. Até o momento, a artista só havia feito coisas mais simples para o Instagram, portanto abraçou a ideia de uma nova oportunidade de renda.

Após uma primeira live no YouTube, custeada do próprio bolso, a cantora decidiu ir atrás de marcas para uma segunda apresentação patrocinada. “Acionei uns quatro ou cinco amigos para fazer este intermédio com marcas, mas para minha surpresa não tivemos nenhuma resposta positiva” lamenta a artista. A artista, então, decidiu desabafar a frustração de não conseguir patrocínio, enquanto outros artistas já fizeram bem mais de uma live patrocinada.

O desabafo escancarou que isto é um problema. Artistas como Fafá de Belém e Angela Rorô também vieram a público por postagens nas redes sociais ou entrevistas. “Eu vi isso acontecer e comecei a me perguntar: ‘Por que as marcas grandes que podem apoiar artistas neste momento não tem a responsabilidade social?’ Elas estão apenas buscando views, likes”, critica Ana Cañas. “Quanto mais o artista atinge o público, maior ele é e maior é o patrocínio”, completa. 

Belchior
“Para minha surpresa, os meus próprios fãs se disponibilizaram a levantar o dinheiro para que eu pudesse fazer a live. Fiquei feliz, para mim isso só era feito para arrecadar doações para quem está situação de extrema vulnerabilidade ”, conta a artista. Com isso, na última quinta-feira (9), a cantora fez a live paga pela vaquinha dos fãs. No entanto, por ser fruto de tanto esforço por quem a acompanha, ela decidiu que faria algo exclusivo. A live teve o repertório todo de Belchior, cantor o qual Ana se aproximou muito da obra nos últimos anos.

Segundo Cañas, a escolha do rapaz latino americano tem a ver com a mensagem que ele passava na época em que viveu. “Decidi fazer uma live em que eu cantasse músicas que não as minhas, e foi aí que não consegui pensar em outra pessoa que não o Belchior”, lembra a artista. “É uma obra monumental, é muito difícil encontrar uma pessoa que se relaciona com as músicas dele e não se sinta atravessado, aquilo que você ouve se torna perene na sua vida”, comenta a cantora sobre a escolha do compositor.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Vacina: 5,7 bilhões de doses já foram compradas no mundo
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
12/08 - Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Bolsonaro: incêndios na Amazônia são mentira
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco