Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

NOVO NORMAL

Covid-19: Políticos evangélicos pressionam por abertura de templos em Pernambuco

Publicado em: 02/06/2020 19:00 | Atualizado em: 02/06/2020 19:04

O deputado federal Pastor Eurico reforçou o coro dos evangélicos pela volta dos cultos (Foto: Câmara dos Deputados)
O deputado federal Pastor Eurico reforçou o coro dos evangélicos pela volta dos cultos (Foto: Câmara dos Deputados)
Os políticos pernambucanos que representam interesses de denominações evangélicas estão pressionando o Governo de Pernambuco pela volta dos templos na retomada econômica do Estado. Na tarde desta terça-feira (2), o deputado federal Pastor Eurico (Patriota) divulgou um vídeo onde cobra do governador Paulo Câmara (PSB) a reabertura de igrejas, fechadas por conta da pandemia de Covid-19, que já matou 2.933 pessoas em Pernambuco, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde.
 
Eurico argumenta que alguns templos são amplos e teriam como adotar protocolos de segurança para evitar o contágio por Covid-19. “Não estamos pedindo para que libere geral, até porque entendemos as dificuldades dessa questão da pandemia. Mas, olha, se pode pensar de uma forma mais gradativa e poder as pessoas se reunirem, claro, separadamente”, disse o deputado no vídeo. 

“Na hora das campanhas sempre se pensa em ir atrás dos evangélicos, mas agora estamos sendo os mais desprezados e os mais esquecidos. Pense nos evangélicos, pense nas igrejas, governador”, lamentou. 

Outros políticos evangélicos também se posicionaram pela inclusão das igrejas no plano de retorno de atividades econômicas do Governo de Pernambuco. Ainda nesta terça, a deputada federal Clarissa Tercio (PSC) e o vereador do Recife Renato Antunes (PSC) falaram sobre o assunto, exigindo a volta dos cultos nos templos.

“É inadmissível o que esse governo anticristão vem fazendo com os cristãos em nosso estado. Está rasgando a Constituição e nos tirando um direito fundamental", criticou Clarissa. A deputada justifica a exigência alegando  que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) decretou, em março, que as "atividades religiosas de qualquer natureza" fossem consideradas serviços essenciais. Segundo a deputada, é possível realizar os cultos respeitando as orientações do Ministério da Saúde. 

Renato Antunes argumentou de forma parecida a favor da reabertura dos templos. “Acompanhamos a apresentação do plano de retomada e em nenhum momento houve uma menção sobre a volta dos templos religiosos. Isso demonstra a falta de sensibilidade e de reconhecimento do trabalho realizado por diversas denominações e credos. É uma vergonha e precisa ser reparado pelo Estado”, disse o parlamentar na reunião plenária desta terça, na Câmara do Recife.

Prefeito evangélico se manifesta

O prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira (PL), falou sobre o assunto defendendo a volta dos cultos. “O Governo esqueceu da abertura dos templos e igrejas que, neste momento de tanto sofrimento, trazem conforto para as famílias e realizam um importante trabalho social, argumentou o gestor. A Prefeitura do Jaboatão também afirma que deve criar um plano próprio para retomada de atividades econômicas. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Notícias do dia: Bolsonaro doente e sem máscara, futebol vetado e inscrição para testar vacina
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para a Covid-19
Bolsonaro apresenta sintomas de Covid-19 e faz teste
Notícias de 06/07 - Covid-19 deve matar mais no interior, prefeito investigado e festa restrita
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco