Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Pandemia

Com 53 casos confirmados da Covid-19, Itamaracá tem barreira de acesso e já impediu a entrada de 200 veículos

Publicado em: 01/06/2020 18:45 | Atualizado em: 01/06/2020 18:58

Barreira sanitária foi montada na Ponte Getúlio Vargas. (Foto: Leandro de Santana/Esp.DP)
Barreira sanitária foi montada na Ponte Getúlio Vargas. (Foto: Leandro de Santana/Esp.DP)
Com 53 casos da Covid-19 confirmados e cinco óbitos registrados, Itamaracá, na Região Metropolitana (RMR), mantém um dos esquemas mais rigorosos contra o novo coronavírus em Pernambuco. Nesse domingo (31), a ilha registrou o quinto maior índice de isolamento no estado, com taxa de 57%. A média pernambucana é de 53,5%. Desde o último dia 27, está proibido o acesso pelos pontos de desembarque fluvial ou marítimo e só podem entrar na ilha pessoas que comprovem domicílio ou vínculo empregatício. Nesta segunda-feira (1º), as ruas de Itamaracá registraram pouco movimento. Muitos moradores, porém, ainda insistem em não usar máscaras faciais, mesmo que o uso seja obrigatório em todo o estado. Também havia circulação de pessoas nas praias, para banho e prática esportiva.

Praias de Itamaracá registram movimentação, mesmo com proibição de uso das faixas de areia no estado. (Foto: Leandro de Santana/Esp.DP)
Praias de Itamaracá registram movimentação, mesmo com proibição de uso das faixas de areia no estado. (Foto: Leandro de Santana/Esp.DP)
Em frente à Biblioteca Pública Municipal Antônio Macedo, no bairro do Pilar, o professor de educação física Nido Magalhães, 62, conversava com outros moradores da ilha. Ninguém do grupo usava máscaras. "A ilha tem poucos casos. Caminho diariamente pela manhã na praia e me alimento bem, então só uso máscara quando vou a farmácias ou supermercados. Minha imunidade é boa, então a chance é mínima", disse. Manter o sistema imunológico saudável não é garantia que a pessoa não vá ter uma doença, segundo infectologistas. Isso vale especialmente para o novo coronavírus, uma vez que o organismo não tem conhecimento pré-existente, e o corpo tem mais dificuldade para identificar e combater o invasor.

Comerciante Lígia Ferreira diz que uso de máscara tem sido obedecido na ilha. (Foto: Leandro de Santana/Esp.DP)
Comerciante Lígia Ferreira diz que uso de máscara tem sido obedecido na ilha. (Foto: Leandro de Santana/Esp.DP)
Já a comerciante Lígia Ferreira, 40, além de usar máscara, diz que os clientes da frutaria onde trabalha exigem o uso e sempre chegam ao local com o equipamento de proteção individual. "Meus clientes têm usado e até comentam que exigem isso dos comerciantes. Acredito na importância desse uso", afirmou. Apesar de a maioria dos moradores de Itamaracá adotarem o uso, a reportagem presenciou um guarda municipal, que deveria estar fiscalizando as medidas contra o novo coronavírus, sem a máscara. Segundo ele, a ausência do equipamento era para "chupar um picolé".

Movimentação no bairro do Pilar nesta segunda-feira. (Foto: Leandro de Santana/Esp.DP)
Movimentação no bairro do Pilar nesta segunda-feira. (Foto: Leandro de Santana/Esp.DP)
Na barreira montada na Ponte Getúlio Vargas, sentido Itamaracá, cerca de 200 veículos já foram impedidos de acessar a ilha desde o início da medida. O maior número de ocorrências foi registrado nesse fim de semana, quando aumenta a circulação no município. "Endurecemos as medidas, com a proibição de acesso de pessoas que não têm vínculo com a ilha. Além da orientação e fiscalização, está sendo realizada a definfecção de kombis, ônibus e carros de motoristas por aplicativo. Também estamos aferindo a temperatura de quem acessa a cidade. O nosso entendimento é de que a economia é importante, mas as vidas são mais", pontuou o secretário de Comunicação de Itamaracá, Jaime Paiva. Segundo ele, ainda não há previsão para a retomada do turismo na cidade.

A ilha registra o quinto maior índice de isolamento no estado, com taxa de 57%. (Foto: Leandro de Santana/Esp.DP)
A ilha registra o quinto maior índice de isolamento no estado, com taxa de 57%. (Foto: Leandro de Santana/Esp.DP)
De acordo com o último boletim epidemiológico municipal, Itamaracá tem 53 casos confirmados da Covid-19. Outros 44 casos ainda estão em investigação. Outros 95 foram descartados. O município registrou cinco mortes e 17 pacientes recuperados da doença. Dos casos confirmados, nove foram de detentos da Penitenciária Barreto Campelo e seis foram de presos na Penitenciária Agro Industrial São João. Entre os bairros, o que teve o maior número de casos foi Baixa Verde (12). Na sequência, aparecem os bairros do Pilar (8); Forno da Cal (4) e Rio Âmbar (3).



   
  
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Itália proíbe entrada de viajantes brasileiros
10/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Burro invasor de lives faz santuário de animais arrecadar dinheiro
Seminário discute novo marco legal do saneamento básico
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco