Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

PANDEMIA

Jaboatão cria comitê para avaliar impactos da Covid-19 na economia

Publicado em: 25/05/2020 17:09

A criação do comitê foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (25). (Foto: Chico Bezerra/PJG)
A criação do comitê foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (25). (Foto: Chico Bezerra/PJG)
A administração do município de Jaboatão dos Guararapes criou, por meio do Decreto Nº 66, de 22 de maio de 2020, o Comitê de Análise dos Impactos Econômicos provocados pela pandemia da Covid-19 nos diversos segmentos de empreendedorismo local. O grupo, composto por representantes da Secretaria de Planejamento e Fazenda e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Sustentabilidade, promete se reunir com cada setor para avaliar os efeitos já causados, as perspectivas, ouvir os pleitos e adotar medidas que possam minimizar as consequências da pandemia. A criação do comitê foi publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (25).

“Nesse período de pandemia, apenas os negócios considerados essenciais estão autorizados a funcionar, enquanto outros permanecem fechados há mais de dois meses. Além disso, com o isolamento social, o faturamento vem caindo, pondo em risco a sobrevivência de diversas empresas. Apoiando as empresas também estamos ajudando milhares de trabalhadores de Jaboatão, que já estão sem trabalho ou correm risco de perderem seus empregos”, afirma o prefeito Anderson Ferreira.

O comitê fará reuniões, por meio de videoconferência, com representantes da construção civil, rede hoteleira, comércio varejista, logística, bares e restaurantes, dentre outros. Todos os dados farão parte do relatório das discussões para serem definidas medidas específicas para cada setor.

Licenciamentos

Outra medida da Prefeitura do Jaboatão que está em vigor é quanto à prorrogação dos prazos, até o dia 31 de agosto de 2020, de licenciamentos para funcionamento de empresas situadas no município, também devido à pandemia da Covid-19. Dessa forma, durante esse período, continuam vigentes as licenças ambientais e urbanísticas, a partir do dia 16 de março.

Outros prazos foram alterados no mesmo Decreto Nº 50, do dia 4 de maio de 2020, que podem ser conferidos no Diário Oficial do município. “Entendemos que as empresas passam por um momento difícil e cabe ao Poder Público criar soluções que possam ajudá-las a enfrentar a crise”, ressaltou Anderson Ferreira.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Morre Georg Ratzinger, irmão de Bento XVI
Sarí é indiciada por abandono de incapaz com resultado morte
Opas prevê mais de 400 mil mortes na América Latina e Caribe
Nascimento de panda é motivo de comemoração em Taiwan
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco