Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Últimas

TRANSTORNO

Chuva atrasa voos e causa estragos na RMR nesta madrugada

Publicado em: 20/02/2020 06:40 | Atualizado em: 20/02/2020 09:54

Árvore caiu na rua Princesa Isabel (Foto: Peu Ricardo/DP)
Árvore caiu na rua Princesa Isabel (Foto: Peu Ricardo/DP)
A chuva forte que caiu nas últimas seis horas na Região Metropolitana do Recife e na Zona da Mata de Pernambuco causou diversos transtornos, como ventania, queda de árvores e atraso em voos na madrugada desta quinta-feira (20). De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), as maiores precipitações foram registradas em Nazaré da Mata (Engenho Coqueiro, 38,48mm), Paudalho (35,81mm), Lagoa do Carro (33,98mm), São Lourenço da Mata (33,01mm) e Aldeia/Camaragibe (31,72mm).

Nas redes sociais, internautas registraram queixas de falta de luz em bairros como Ibura e San Martin. A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) confirma quedas na Região Metropolitana, mas “ocorrências são pontuais”, relacionadas a queda de árvores em cima da rede elétrica. “Desde a madrugada, a empresa reforçou o número de equipes de prontidão e está atuando ininterruptamente para restabelecer o fornecimento de energia nas localidades afetadas”, diz a companhia, em nota.
Vento e chuva estilhaçaram vidraça de casa na Caxangá. (Foto: Cortesia/Whatsapp.)
Vento e chuva estilhaçaram vidraça de casa na Caxangá. (Foto: Cortesia/Whatsapp.)
Uma moradora do bairro da Caxangá, na Zona Oeste do Recife, teve sua varanda destruída por causa da ventania. Em registro enviado ao Diario, toda a vidraça da janela explodiu com o impacto do vento forte com a chuva. Na Zona Sul, próximo ao Parque Dona Lindu, também foram registradas quedas de árvore. Moradores de Boa Viagem também relataram falta de energia a partir das 23h50 que só foi retomada às 6h45.
Árvore cai por cima de carro na rua Francisco da Cunha, na altura do Colégio Boa Viagem, Zona Sul (Foto: Murilo Macêdo)
Árvore cai por cima de carro na rua Francisco da Cunha, na altura do Colégio Boa Viagem, Zona Sul (Foto: Murilo Macêdo)
 
No fim da tarde dessa quarta-feira (19), a Apac emitiu um alerta de chuvas fortes para a Região Metropolitana, Zona da Mata e Agreste. As precipitações foram causadas pela junção do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis com a Zona de Convergência Intertropical.
 
Olinda
 (Foto: Diogo Cavalcante/DP)
Foto: Diogo Cavalcante/DP
Em Olinda, parte da decoração de carnaval e algumas barracas ficaram reviradas em decorrência da chuva e ventania nesta madrugada. De acordo com relatos, as barracas quebraram por volta das 3h.

 (Foto: Diogo Cavalcante/DP)
Foto: Diogo Cavalcante/DP
José Gomes da Silva e Fabiana Barreto têm barracas montadas no cruzamento da Avenida Liberdade com a Rua do Sol, antes da Praça do Carmo. O toldo de José voou em cima do de Fabiana. "Há 23 anos que eu comercializo bebidas e lanches aqui e nunca vi isso", disse o homem, que não teve grandes prejuízos como a vizinha. "Não tinha abastecido a barraca ainda. Só hoje que vou abastecer depois que consertar aqui a minha cobertura". 

Fabiana tinha montado a barraca pela primeira vez. Hoje, por volta das 5h30, seu marido passou pelo local e viu que o espaço revirado. "Uma tristeza. É meu primeiro ano e comprei uma barraca nova. A sorte foi que eu não deixei nada dentro. Eu ia dormir aqui ontem mas, graças a Deus, fui para casa".

Quase que ela deixava seus materiais de trabalho pernoitarem na barraca: "Tinha deixado as bebidas, mas deu aquele aperto no coração e levei para casa. Só estava a barraca, toda envolvida pela lona". 
Fachada da agência da Caixa Econômica, localizada na Avenida Getúlio Vargas, em Olinda, foi destruída (Foto: Julliana Brito/Esp DP)
Fachada da agência da Caixa Econômica, localizada na Avenida Getúlio Vargas, em Olinda, foi destruída (Foto: Julliana Brito/Esp DP)
 

Aeroporto
No Aeroporto Internacional dos Guararapes, 16 voos foram afetados, todos entre a 0h e 2h. Segundo a Infraero, sete desembarques na capital pernambucana registraram atrasos maiores que 25 minutos. O mais expressivo foi um voo para Maceió, previsto para chegar à 0h25, que só aconteceu às 4h. Já dentre os embarques, o que mais saiu fora do previsto foi um para Guarulhos, em São Paulo - marcado para 2h10, que saiu apenas às 4h20.

Voos atrasados:
Embarque:
São Paulo (Guarulhos) - previsto para 2h10, saiu às 4h20
São Paulo (Guarulhos) - previsto para 22h50, saiu às 0h36
Ilha do Sal (Cabo Verde) - previsto para 1h40, saiu às 2h46
Campinas (Viracopos) - previsto para 3h, saiu às 3h50

Desembarque: 
Maceió - previsto para 0h25, desembarcou às 4h
Maceió - previsto para 0h20, desembarcou às 2h23
Maceió - previsto para 0h55, desembarcou às 2h52
São Paulo (Guarulhos) - previsto para 0h15, desembarcou às 1h11
Ilha do Sal (Cabo Verde) - previsto para 0h, desembarcou às 1h17
 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais lidas

mais lidas

De 1 a 5: discos da música brasileira para ouvir na quarentena
Barrados na quarentena   o drama de quem não pode ficar em casa durante a pandemia
Resumo da semana: amor na pandemia, confinamento rastreado e mortes por Covid-19 em Pernambuco
Coronavírus: Como fica a distribuição de merendas na rede municipal do Recife
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco