Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Últimas

Consórcio

Ação conjunta do Nordeste para reduzir preço de passagens aéreas

Publicado em: 15/01/2020 08:00 | Atualizado em: 14/01/2020 19:30

Secretários de Turismo dos nove estados do Nordeste se reuniram em Pernambuco para discutir ações conjuntas.  (Foto: Chico Andrade/Divulgação)
Secretários de Turismo dos nove estados do Nordeste se reuniram em Pernambuco para discutir ações conjuntas. (Foto: Chico Andrade/Divulgação)

Os preços das passagens aéreas no Brasil estão pesando no bolso de quem pretende viajar e uma das ações prioritárias do Consórcio Nordeste, que reúne representantes dos nove estados da região, para o setor do turismo será justamente tentar reduzir o valor dos bilhetes aéreos. Além disso, haverá um trabalho em conjunto para incentivar a aviação regional, com voos que liguem as cidades dentro da região. Ações que definidas durante encontro realizado ontem entre os representantes das secretarias de Turismo dos nove estados da região junto com o coordenador do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, em Pernambuco.

Segundo Fausto Franco, secretário de Turismo da Bahia, alguns estados, como Pernambuco - redução média de 12% -, Ceará, Rio Grande do Norte e a própria Bahia já baixaram o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o querosene de aviação (QAV) e agora aguardam ações por parte do governo federal para alcançar a redução no preço das passagens aéreas. "Entendemos que estamos cedendo muito em relação à política de incentivo do ICMS e foi uma ação dos governos estaduais. Agora vamos mostrar os números de quanto os estados abriram mão de receita, do quanto gerou de retorno em voos e de incremento na economia para tentar que o governo federal mostre uma política para baixar os valores. Ele pode diminuir a tributação e reduzir as taxas aeroportuárias. E também vamos atuar em como incentivar os voos regionais", explica.

Ele explica que a expectativa é que com a entrada das companhias áereas low cost no Brasil, os dois pontos seriam incentivados. "Mas as companhias, são quatro operando no país, não vão, à princípio, fazer voo dentro do Brasil. Não têm interesse por conta das altas taxas de impostos, do preço do combustível e da jornada de trabalho dos pilotos, por exemplo. Agora temos três companhias aéreas nacionais e, quando não há concorrência, as passagens não tendem a reduzir", pontua Franco. O secretário ainda ressalta que estados como Pernambuco, Bahia e Ceará têm aeroportos com condições de fazer voos regionais, mas que não existem. "Quero sair de Caruaru para Jericoacoara, de Mossoró para Ilhéus, e não tem como. Isso dificulta o turismo porque o Brasil é muito grande e a economia como um todo", acrescenta.

Ação
Na reunião de ontem, outra ação do Consórcio Nordeste para o setor do turismo discutida pelos secretários foi um plano estratégico para a divulgação em conjunto da região como destino turístico. A ação de marketing será voltada para o exterior. "A formalização do Consórcio Nordeste abriu caminhos para uma divulgação diferente. Temos desafios em comum, que podem ser tratados de maneira articulada. Além disso, também vamos atuar juntos no posicionamento político, principalmente no que diz respeito às obras de infraestrutura", afirma Rodrigo Novaes, secretário de Turismo de Pernambuco.

Ele explica que a primeira ação de divulgação em conjunto já acontece na Fitur, feira que acontece em Madri a partir do dia 22, mas ainda de forma isolada. "Lá vamos ter folheteria e identificação dos estados atreladas à marca do Nordeste. Mas teremos um estande único na feira da França em setembro porque é o tempo para fazer o planejamento de atuação. Inclusive, esse seria um investimentos que já faríamos, mas, desta dorma, podemos reduzir os custos porque podemos barganhar e diminuir o valor", conclui.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Primeira Pessoa com Adelaide Ivánova
Sobre Vidas: Mães pela Diversidade
Sem ser investigado, Gleen Greenwald é denunciado pelo MPF
Dp Auto: Equinox LT e Equinox Midnight
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco