Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

EXPANSÃO

Pernambuco vai sediar primeiro Centro de Distribuição da Amazon no Nordeste

Publicado em: 12/12/2019 13:35 | Atualizado em: 12/12/2019 14:20

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
O estado de Pernambuco foi o escolhido para receber o primeiro Centro de Distribuição (CD) da Amazon no Nordeste. A base será instalada no centro logístico Armazenna Suape, no município do Cabo de Santa Agostinho, com capacidade de reduzir o prazo mínimo de entrega no Recife para até dois dias úteis. O anúncio da instalação foi dado na manhã desta quinta-feira após reunião com o presidente da Amazon no Brasil, Alex Szapiro, e o governador Paulo Câmara. 

A previsão é que o Centro de Distribuição comece a operar no primeiro trimestre de 2020, gerando centenas de empregos diretos e indiretos. Desde que chegou ao Brasil, esta será a primeira operação física da Amazon fora de São Paulo. 

“Estamos satisfeitos que a Amazon tenha escolhido Pernambuco para sediar seu mais novo centro de distribuição no Brasil. Esse investimento, tendo em vista a qualidade das instalações, ajudará a impulsionar a nossa economia, gerando emprego e renda, além de reforçar a nossa condição de hub natural do Nordeste", afirmou Paulo Câmara. 

Para a Amazon, a ideia é representar um compromisso de longo prazo da empresa com o Brasil. “Além de oferecermos entrega mais rápida para a região Nordeste, clientes do Amazon Prime, programa de benefícios que lançamos em setembro, poderão usufruir dessa rapidez no envio com frete grátis em qualquer pedido”, acrescentou Szapiro. 

Com o anúncio oficial, Pernambuco atinge a marca de 114 empresas que anunciaram novos negócios ou a expansão de suas operações somente neste ano. São empreendimentos que, juntos, somam R$ 14,4 bilhões em investimentos e têm potencial para abertura de 22 mil postos de trabalho formais, no médio e longo prazos.

INCENTIVOS FISCAIS

Pelo fato de a Amazon ser uma empresa que atua exclusivamente no e-commerce, o Governo de Pernambuco possui um incentivo fiscal específico para esse modelo de negócio, que amplia a competitividade estadual na atração de investimentos. Trata-se do Decreto 44.650/17, que garante um desconto (crédito presumido) no resultado das operações, de acordo com a alíquota do produto, destinado a vendas para fora do estado.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Putin anuncia vacina com imunidade duradoura
Rhaldney Santos entrevista o pré-candidato à prefeitura de Jaboatão Arnaldo Delmondes
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
De 1 a 5: entenda as diferenças entre os tipos de exames para a Covid-19
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco