Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Últimas

Ancestralidade

No Recife, encontro de Maracatus Nação discute ações para além do carnaval

Publicado em: 11/11/2019 23:21 | Atualizado em: 11/11/2019 23:29

Foto: WhatsApp/Cortesia

A Associação dos Maracatus Nação de Pernambuco (Amanpe) deu início nesta segunda-feira (11), ao I Congresso Nacional de Maracatus Nação. O encontro ocorre em vários locais da Região Metropolitana do Recife. Ele oferece roda de diálogos, palestras e oficinas gratuitas. A programação segue até o dia 17 de novembro com um grande cortejo das nações na Avenida Rio Branco, no centro da cidade. 

Além de forte representatividade da religiosidade de matriz africana, a manifestação popular é reconhecida como “Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil”.  E o estado de Pernambuco é o berço dessa africanidade, sendo o palco mais expressivo no segmento, que não pode faltar no carnaval. Mas e para além das festividades de momo? Como fica a realidade desses brinquedos e quais políticas devem ser adotadas para perpetuar a identidade desse movimento entre as gerações? É justamente através do tema "Desafios e perspectivas da Salvaguarda dos Maracatus", que os maracatuzeiros, brincantes, pesquisadores e representantes da cultura discutem a resistência e a força das alfaias para além do carnaval. 

“A gente vem pensando há três anos uma melhor forma de discutir e problematizar todas as questões que incomodam os maracatus, que são manifestações de extrema importância para o estado de Pernambuco e para o Brasil. Se engana quem pensa que o ritmo se restringe apenas às apresentações nos períodos festivos. A nossa força transforma as comunidades através da educação e do exercício da cidadania”, ressalta Fábio Sotero, presidente da Amanpe. 

Foto: WhatsApp/Cortesia

No dia 16 de novembro, haverá uma série de oficinas itinerantes com alguns grupos de Baque virado. Para se inscrever nas atividades formativas, os interessados devem preencher o formulário no link. Mais informações através do número (81) 9 8774 4454.  Além da Amanpe, fazem parte da execução do projeto a Secretaria de Cultura do Recife, o Departamento de Preservação do Patrimônio Cultural, a Fundação de Cultura da Cidade do Recife e a Secretaria de Cultura do Estado de Pernambuco. 

Confira a programação completa

12/11 (Roda de Diálogo)

14h às 17h - "Maracatu Nação não é só Carnaval"
18h às 21h - "Maracatu, que baque é esse?"
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna

13/11
14h às 17h - Oficina de Construção do Plano de Salvaguarda do Maracatu Nação.
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna

14/11
14h às 17h - Fórum: "Religiosidade e Coroação das Rainhas"
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna

15/11
16h - Baile Comemorativo - Comenda Dona Santa 
Local: Sítio de Pai Adão, em Água Fria, no Recife 

16/11
14h às 18h - Vivências de Maracatu (Oficinas de Maracatu com mestras das Nações Sedes de Grupos Percussivos

Nações Estrela Brilhante de Igarassu e Cambinda Estrela 
Local: Casa da Cultura, Centro do Recife

Nações Aurora Africana e Almirante do Forte 
Local: Sede do Grupo Yalu, Rua da Moeda, Bairro do Recife

- Nações Estrela Dalva e Encanto da Alegria 
Local: Casarão do Nação Pernambuco, Carmo, em Olinda

- Nações Leão da Campina e Sol Brilhante
Local: Sede do Grupo Ogun Onilê, Rua Álvares Cabral, n. 200, sala 206, Bairro do Recife 

17/11 
16h - Grande encontro de Batuqueiros e Batuqueiras de Maracatu 
Local: Av. Rio Branco, Bairro do Recife. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Notícias de 06/07 - Covid-19 deve matar mais no interior, prefeito investigado e festa restrita
Louvre reabre com público reduzido após mais de três meses fechado
De 1 a 5: Práticas para cuidar da saúde mental em casa
07/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco