Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

APOLOGIA AO NAZISMO

'Eu deveria ter ficado quieto', diz Monark sobre desculpas em podcast

Publicado em: 06/06/2022 17:05

 (crédito: Reprodução/Youtube)
crédito: Reprodução/Youtube
O youtuber Bruno Aiub, também conhecido como Monark, disse em entrevista a Rica Perrone no podcast Cara a tapa, que não deveria ter pedido desculpas por ter defendido a criação de um partido nazista no Brasil no Flow Podcast.

Monark afirmou que o comentário foi mal-interpretada e que, ao se desculpar, validou o discurso que levantaram contra ele.

"Não foi inteligente da minha parte pedir desculpa. Acho que eu devia ter ficado quieto. Não devia ter pedido desculpa, devia ter explicado o meu ponto [de vista]. O problema de quando você pede desculpa é que você valida a narrativa de que você fez o que estavam te imputando, mesmo que não fosse verdade", disse Aiub.

"Eu entendo que vacilei na forma em que eu me expressei, porque estava bêbado e, do jeito que falei, era muito fácil de ser interpretado de outra forma — ainda mais se você pega um corte filho da p*ta, que tira a parte em que eu falo que nazismo é do demônio, e é errado, que todo nazismo é idiota, e coloca só que os caras [nazistas] têm o direito de ser imbecis", acrescentou.

"Eu não pedi desculpa pela minha ideia, pelo que penso. Ainda acredito na primeira emenda dos Estados Unidos, ainda acho que é uma excelente lei que rege sobre liberdade de expressão, a melhor [lei] nesse sentido. Mas pedi desculpas pela forma como entreguei essa ideia para a população. Poderia ter expressado de uma forma melhor", seguiu Bruno.

Aiub aproveitou para dar um conselho a quem passasse por uma situação semelhante. "Se você um dia passar por um cancelamento injusto, não peça desculpas. Porque, quando você mostra sangue para uma turma de tubarões raivosos do cancelamento, a única coisa que você vai fazer é aumentar o apetite deles", disse.

Entenda o caso
 
Em fevereiro deste ano, Monark fez declarações controversas sobre o nazismo durante participação dos deputados federais Tábata Amaral (PSB-SP) e Kim Kataguiri (DEM-SP) no Flow Podcast, do qual era um dos apresentadores.

"A esquerda radical tem muito mais espaço do que a direita radical. As duas tinham que ter espaço, na minha opinião. Eu acho que tinha que ter um partido nazista reconhecido pela lei. As pessoas não têm o direito de serem idiotas? Se o cara quiser ser antijudeu, eu acho que ele deveria ter o direito de ser", disse o youtuber na ocasião.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Nova presidente da Caixa toma posse e anuncia primeiras medidas
Manhã na Clube: entrevista com o ex-ministro e pré-candidato ao senado, Gilson Machado
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Grupo Diario de Pernambuco