Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Viver

FOTOGRAFIA

Pernambucano Iezu Kaeru integra 1º festival brasileiro dedicado a fotolivros

Publicado em: 25/03/2021 13:55 | Atualizado em: 25/03/2021 16:53

 (Foto: Iezu Kaeru/Divulgação)
Foto: Iezu Kaeru/Divulgação

Para ampliar a visibilidade e a circulação de publicações de fotografia, o Festival Imaginária realiza a sua primeira edição com 40 expositores e mais de 400 fotolivros, entre eles o fotógrafo pernambucano Iezu Kaeru, com cinco obras autorais. A também pernambucana Marina Feldhues participa como jurada do concurso, na categoria zine. O evento virtual teve início na última quinta-feira e segue até este domingo (28) através deste site, de forma gratuita.

O encontro busca promover um espaço para reflexão, estimulando os expositores a organizarem apresentações ao vivo sobre seus títulos, conversas com os autores ou debates sobre livros e zines de fotografia. As editoras ou autores independentes também poderão comercializar seus livros durante os cinco dias de evento. Haverá ainda uma maratona de edição de imagens acontecerá com a participação do grupo Lombada, que avaliará portfólios direcionando para a formatação de fotolivros em ambiente virtual.

"Eu fico muito feliz de estar participando. O artista tem que ir onde o povo está. Acredito que livros são papeis pintados com tinta, então a gente tem que fazer com que ele chegue nas pessoas, fazer com que ele seja visto. O importante é que as pessoas acessem, que possam apreciar, principalmente num momento de tanta tristeza ter a arte como um apoio, como um respiro", afirma o pernambucano Iezu Kaeru.

A programação conta também com um ciclo de conversas entre editores, publicadores e pensadores trazendo reflexões sobre a publicação impressa como suporte incontornável da fotografia contemporânea, com curadoria da Lovely House e Daniela Moura fazem parte do evento. Entre os convidados das rodas de conversa estão Horacio Fernández, Rosângela Rennó, Geórgia Quintas, Ana Paula Vitorio, André Penteado, Paulo Silveira, CDF (Centro de Estudos de Fotografia de Montevideu).

"O fotolivro assume um lugar de registro físico e memória para posterioridade. Além disso, diante de um tempo cada vez menor de observação das imagens por conta da dinâmica das mídias e do tempo publicitário, o fotolivro, com seus diferentes formatos e linguagens, é um convite para a contemplação da fotografia", defende José Fujocka, cofundador, curador e organizador dos eventos da casa de livros e editora Lovely House, especializada em publicação e venda de livros de fotografia e artes visuais.

"A construção de narrativas visuais teve sua importância amplificada exponencialmente nos últimos anos, e entrou no cotidiano de qualquer pessoa, seja ela um artista ou não. Atenta-se ao fato, por exemplo, do cuidado e tempo despendido por qualquer pessoa para “editar” seu feed ou story no Instagram, ou em outra rede social que permite a ela se expor e mostrar seu ponto de vista de forma visual”, diz Luciana Molisani, sócia de Fujocka.

A iniciativa é inédita, similar a eventos da fotografia mundial, como o Istanbul Photobook Festival, na Turquia, o Fotobookfestival Kassel, na Alemanha, o Paris Photo, na França, o FELIFA na Argentina e o CMYK no Uruguay. O Festival Imaginária é organizado pelo Prêmio Lovely e conta com incentivo da Lei Aldir Blanc.

Programação:

A feira livro
O evento será realizado durante os cinco dias do evento. Serão selecionados pela comissão organizadora um total de até 40 expositores, e cada um receberá seu espaço na plataforma da Imaginária para divulgar e comercializar suas publicações.

Prêmio Lovely
Em sua primeira edição, o Prêmio Lovely foi dividido em duas categorias, Fotolivro e Fotozine. O primeiro colocado de cada categoria terá o seu projeto editado e ambos serão publicados pela Lovely House Editora. O segundo e o terceiro lugares da categoria Fotolivro ganharão uma residência artística (em plataforma on-line) com profissionais da área de edição, design e produção gráfica, a ocorrer ainda em 2021.

Ciclo de conversas
Ciclo de conversas entre editores, publicadores e pensadores trazendo reflexões sobre a publicação impressa como suporte incontornável da fotografia contemporânea, com curadoria da Lovely House e Daniela Moura. As transmissões serão on-line e ao vivo.

A maratona
Maratona de edição de imagens aberto a qualquer pessoa interessada em ter contato com os processos de criação de um fotolivro/zine e na dinâmica de edição coletiva. Serão previamente selecionados dez projetos a serem editados coletivamente pelos membros do grupo Lombada e demais participantes durante a Maratona.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Posse e compra de armas de fogo geram polêmica entre autoridades e população
Liberdade de imprensa piora no Brasil de Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 20/04
Metade da população adulta nos EUA já tomou ao menos uma dose de vacina contra Covid
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco