Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

CHUVAS

Focado na Defesa Civil, Arrumando a Casa faz ação intensiva em Águas Compridas

Publicado em: 02/05/2022 15:08 | Atualizado em: 02/05/2022 15:15

 (Fotos: Sandro Barros/PMO. )
Fotos: Sandro Barros/PMO.

Com a chegada da quadra chuvosa e a proximidade do Inverno, a Prefeitura de Olinda, através da Defesa Civil municipal, está intensificando os trabalhos de prevenção de acidentes em áreas de morro. Nesta segunda-feira (2), o bairro de Águas Compridas recebeu ações do Arrumando a Casa/Defesa Civil. A ação atuou pontos críticos que exigiam capinação e corte de árvores em encostas, colocação de lonas plásticas, além de orientação por parte da equipe de engenharia e assistência social.

A atividade focou nas localidades do Córrego do Abacaxi, Alto Nova Olinda, Travessa Seis de Janeiro, Córrego do Capim, Alto do Cajueiro, Alto da Nação e Alto do Sol Nascente. Os trabalhos desta segunda-feira foram acompanhados pelo prefeito Professor Lupércio, que tocou o sino da Defesa Civil para dar o pontapé inicial à operação. No total, cerca de 120 profissionais fizeram o Arrumando a Casa/Defesa Civil, que deve acontecer duas vezes por mês.

“Esses homens e mulheres que atuam na Defesa Civil são verdadeiros heróis e heroínas porque eles estão nas ruas e morros todos os dias para cuidar das outras pessoas. Então essa ação é muito importante para nossa gestão, ainda mais com a proximidade do inverno, um período que demanda muita atenção”, analisou o prefeito Professor Lupércio.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Olinda, Cel. Alexandre Lopes, o Arrumando a Casa/Defesa Civil, tem como foco soluções ágeis em pontos críticos. “Nós fazemos um trabalho permanente, mas algumas localidades precisam de mutirões. Esse trabalho do Arrumando a Casa, focado na Defesa Civil, é isso. Uma resposta rápida para atender a população das áreas de maior risco. Precisamos antecipar as soluções, antes que aconteça algum problema maior”, explicou.

Moradora de uma das áreas atendidas, a Travessa Seis de Janeiro, a dona de casa Luzia Souza dos Santos, 73 anos, disse que mora à beira da escadaria há cinco décadas e que a ação veio em boa hora. “Espero que aconteça com mais frequência porque a nossa comunidade é muito esquecida. Desta vez vieram, tiraram o mato que estava alto, estão limpando a canaleta e colocando as lonas. Isso não resolve para sempre, mas ajuda”, analisou a moradora.

De acordo com a Defesa Civil de Olinda, a cidade conta com cerca de 3 mil pontos de risco, nos quais cerca de 200 mil pessoas residem. Em março, o prefeito de Olinda, Professor Lupércio, apresentou as ações da Operação Inverno 2022. O foco é o trabalho preventivo nos locais de risco para evitar acidentes; e na drenagem, para acabar com os alagamentos. Apenas para a construção de 38 muros de arrimo, a Prefeitura vai investir R$ 7,6 milhões. Para entrar em contato com a Defesa Civil basta entrar em contato através do (81) 3444.8245 - WhatsApp: (81) 9266.5307 - Emergências: 0800.281.2121.

TAGS: chuva | defesa | civil | arrumando | casa |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Ataque a tiros em escola nos EUA deixa 21 mortos
Para OMS, varíola do macaco ainda pode ser contida
Manhã na Clube: Henrique Queiroz Filho (PP), Edno Melo (Republicanos) e André Morais (CORECON-PE)
Soldado russo condenado à prisão perpétua por matar civil na Ucrânia
Grupo Diario de Pernambuco