Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

IMUNIZAÇÃO

Recife amplia dose de reforço para pessoas a partir de 50 anos e reduz intervalo de aplicação

Publicado em: 09/11/2021 20:08

 (Foto: Iggor Moura/ PCR
)
Foto: Iggor Moura/ PCR
A partir desta quarta-feira (10), a Prefeitura do Recife passa a aplicar a dose de reforço da vacina anticovid em pessoas com 50 anos ou mais. Além disso, a gestão municipal também reduz o intervalo da dose complementar para quatro meses (120 dias) após a conclusão do esquema vacinal. Com isso, 124.769 pessoas estão aptas a receber o imunizante na capital. O intervalo para os imunossuprimidos continua sendo de 28 dias após a segunda dose. O agendamento para receber a dose complementar já começou a poder ser feito nesta terça-feira (9), desde as 20h, por meio do Conecta Recife.

A decisão de redução do intervalo de 180 para 120 dias foi apresentada na Comissão Intergestores Bipartite (CIB), na última segunda-feira (8), após avaliação do Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação e pactuação junto aos municípios pernambucanos. Os trabalhadores da saúde também estão contemplados com esta mudança.

“A gente segue avançando na vacinação e hoje com abertura de novo grupo para dose de reforço: as pessoas de 50 anos ou mais. A gente também vai fazer uma alteração no tempo necessário para a dose de reforço. Anteriormente era de seis meses, depois da segunda dose, e agora passa a ser de quatro meses, após a segunda dose”, anunciou o prefeito João Campos.

“Enquanto durar o estoque, também vamos reduzir o tempo da segunda dose da vacinação com a Astrazeneca, que era de 90 dias e passa a ser de 60 dias. Agora eu queria pedir a você que conhece ou sabe de alguém que ainda não se vacinou, lembra essa pessoa que é fundamental se vacinar. A gente só vai vencer a pandemia vacinando todo mundo. Os nossos centros estão prontos para receber, é só agendar no Conecta Recife. E quem se enquadra em algum desses grupos pode tomar já a segunda dose, dose de reforço e também lembrar que já está aberta para toda população adulta, ou com 12 anos ou mais, a vacinação para a primeira dose”, acrescentou.

Da mesma forma como é feita nas doses anteriores, é necessário realizar agendamento no site (http://conectarecife.recife.pe.gov.br) ou aplicativo do Conecta Recife. No dia escolhido para a vacinação, é preciso apresentar documento de identificação, além de um comprovante de que já completou o ciclo vacinal, para agilizar o atendimento. Serão aceitos tanto o cartão de vacinação como o Certificado Digital de Vacinação, disponível no Conecta Recife.

Conforme orientação do Ministério da Saúde, a dose de reforço será feita, preferencialmente, com o imunizante da Pfizer, independentemente da vacina aplicada na primeira e segunda doses. A combinação das vacinas é recomendada pelo órgão federal após estudos, aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), comprovarem que a resposta imunológica contra a Covid-19 não é comprometida pela intercambialidade dos imunizantes.

A aplicação da dose de reforço, no Recife, teve início no dia 9 de setembro com a vacinação dos idosos com 60 anos ou mais que vivem em Instituições de Longa Permanência. Desde então, 129.135 pessoas já foram vacinadas com dose complementar.

A Prefeitura do Recife disponibiliza 26 locais de vacinação, que funcionam de domingo a domingo, das 7h30 às 18h30. Desse total, 12 funcionam com salas de vacinação e 14 no esquema drive-thru.

ASTRAZENECA

Como forma de acelerar o processo de vacinação contra a Covid-19 na cidade, a Prefeitura do Recife voltou a antecipar o prazo de aplicação da segunda dose do imunizante da Astrazeneca/Fiocruz. Com isso, a partir desta quarta-feira (10), os moradores do Recife que já tiverem tomado a primeira dose dessa vacina há pelo menos 60 dias, terão a possibilidade de completar o seu esquema vacinal em um período mais curto. Na capital pernambucana, aproximadamente 30.458 pessoas já estão aptas a receber a dose nesse prazo.

De acordo com a Fiocruz, que produz a vacina Astrazeneca no Brasil, a segunda dose do imunizante pode ser administrada em um intervalo de quatro a 12 semanas (entre 30 e 90 dias) após a primeira dose. Sendo assim, a antecipação da dose de reforço para 60 dias não compromete a eficácia da vacina. É importante salientar que essa antecipação está condicionada à disponibilidade do imunizante no estoque da Prefeitura.

Quem estiver apto a receber a segunda dose do imunizante a partir dos 60 dias, no Recife, receberá uma mensagem de texto ou e-mail com alerta para agendar a dose pelo site ou aplicativo do Conecta Recife. O agendamento já estará aberto 21 dias antes da data que marca os sessenta dias da aplicação da primeira dose, permitindo que os munícipes possam escolher datas e locais com antecedência e tranquilidade.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT/PE), Almir Mattias e Renata Berenguer
Laboratório anuncia teste para diferenciar o coronavírus da gripe A e B
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Grupo Diario de Pernambuco