Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

ESTUPRO

Polícia Civil recaptura homem acusado de estuprar vulneráveis; 14 vítimas foram identificadas

Publicado em: 04/05/2021 08:57 | Atualizado em: 04/05/2021 17:37

 (Foto: Marlon Diego/Arquivo DP )
Foto: Marlon Diego/Arquivo DP

A Polícia Civil de Pernambuco recapturou, nesta terça-feira (4), um homem, de 38 anos, acusado de estupros em toda Região Metropolitana do Recife. Segundo o órgão, até o momento foram identificadas 14 vítimas, mas as investigações apontam que possam haver mais. Ainda de acordo com a Polícia, o homem abordava as vítimas em áreas com pouca movimentação, anunciava o assalto usando uma arma branca e encaminhava as mulheres para uma área de matagal. As vítimas tinham idade entre 15 e 30 anos.

 

O acusado, segundo o órgão, cometia o crime sexual contra as vítimas após exigir sigilo e ameaçá-las de morte. Em seguida, o homem fugia em uma moto que teria sido roubada. O caso estava sendo apurado pela Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA) de Paulista, sob a investigação da Delegada Mariana Vilas Boas, e também pela Delegada Larissa Azedo, da 5ª Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher. 

 

De acordo com a delegada Mariana Vilas Boas, as primeiras informações sobre a atuação desse agressor chegaram ao conhecimento das autoridades em agosto do ano passado. Num intervalo de duas semanas, duas queixas de estupro foram prestadas na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente em Paulista. Em comum, a foram com que o suspeito atuava. 

 

"As investigações foram iniciadas em agosto de 2020. Esse agressor tinha uma maneira muito peculiar de realizar esse crime, o que chamou a atenção da Polícia. Ele ameaçava as vítimas com uma arma branca (faca), subtraía pertences e depois praticava o estupro", explicou a Delegada Mariana Vilas Boas. Ela concluiu que outro indício que reforçou a tese de que os crimes tinham o mesmo autor foi reforçada a partir de outros dois relatos no âmbito da Delegacia da Mulher.

 

"As vítimas foram submetidas aos exames periciais, onde foi constatado que havia compatibilidade de materiais coletados. Foram [identificadas] mulheres em todas as cidades que integram a Região Metropolitana. Cerca de 14 vítimias foram confirmadas, mas sabemos que existem outras, pois várias mulheres o reconheceram através de imagens nas redes sociais no momento em que ele foi preso", disse.

 

A Delegada Larissa Azedo, informou que o suspeito foi preso há uma semana quando tentava fazer mais uma vítima no município de Paulista. Ele foi detido por populares, que o levaram à delegacia, mas conseguiu fugir, sendo recapturado horas depois e recolhido ao Cotel, pois o pedido de prisão preventiva já havia sido deferido. A delegada acredita que o criminoso possa ter violentado outras mulheres, por isso faz o apelo para que as denúncias sejam feitas.

 

"É um crime muito cruel e difícil de ser denunciado porque faz a vítima reviver aqueles momentos. Mas fazemos um apelo para que ele seja responsabilizado e responda por todos os crimes que cometeu. Se alguma mulher foi vítima com uma abordagem dessa forma deve comparecer à delegacia de sua área e comunicar", pontuou.

 

Além do estupro, o homem também pode ser integrante de uma associação criminosa especializada em roubos de motocicletas para posterior revenda, já que o veículo utilizado por ele nos crimes era fruto de roubo.

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: dicas para destravar sua criatividade e ampliar a percepção
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 10/05
Gil do Vigor é recebido com festa da população e honraria em Paulista
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco