Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Mobilidade

Passageiros realizam protesto após aumento de passagem; manifestação ocorreu no T.I Igarassu

Publicado em: 08/02/2021 08:47 | Atualizado em: 08/02/2021 10:33

 (Paulo Paiva/DP Foto )
Paulo Paiva/DP Foto

Passageiros realizaram um protesto, na manhã desta segunda-feira (8), contra o aumento das passagens de ônibus. O local onde ocorreu a manifestação foi o T.I Igarassu, na Região Metropolitana do Recife. Este é o primeiro dia útil após o reajuste das tarifas, que teve um aumento de 8%. 

Durante o início da manhã, passageiros incendiaram pedaços de madeira e impediram a saída dos transportes do Terminal. Os usuários também reclamavam do aumento no período de espera entre os coletivos, e solicitaram reforços no número de ônibus para atender os passageiros.

De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transportes, a operação do Terminal foi comprometida devido à manifestação, que teve início por volta das 6h. Ainda segundo o Consórcio, as linhas T.I Igarassu (Dantas Barreto e T.I Igarassu/T.I Macaxeira foram reforçadas nas últimas semanas e operam com 100% da frota.

O Grande Recife também informou que a Polícia Militar foi acionada para reestabelecer o funcionamento do Terminal. 


Aumento de tarifas 

Durante um ano de pandemia, marcado por reduçãoo de frotas de ônibus e pelas lotações nos coletivos, o Governo do Estado anunciou o aumento nas passagens de ônibus. O reajuste passou a valer no domingo (7).

De acordo com o Grande Recife Consórcio, as passagens passam de R$ 3,45 para R$ 3,75 no Anel A, e de R$ 4,70 para R$ 5,10, no Anel B, nos horários de pico. Uma outra medida anunciada pela empresa responsável pelo gerenciamento de transportes, é a implantação do "Horário Social" em períodos fora do horário de pico, sendo pela manhã, das 9h às 11h, e no período da tarde, das 13h30 às 15h30. Nesses horários, a tarifa do Anel A cai para R$ 3,35, e para R$ 4,60, a do Anel B.

O anúncio foi feito após uma reunião virtual do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM), que durou cerca de cinco horas, e terminou no começo da tarde da sexta-feira (5). Durante a reunião houve uma votação para o reajuste no preço das passagens de ônibus, que teve 14 votos a favor, 3 abstenções e 6 votos contra o reajuste. O conselho é formado por 24 membros, e é presidido atualmente pelo secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Bruto.

Em reunião no último dia 26 de janeiro, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) pediu uma alternativa ao aumento de tarifas de ônibus no Grande Recife, bem como para a superlotação nos veículos coletivos, tendo em vista a crise intensificada com a instalação da pandemia da Covid-19 no estado.

Na ocasião, um dos pontos colocados em discussão foi o alto índice de desemprego. Segundo o promotor de Justiça André Felipe Menezes, o aumento das passagens de ônibus, neste momento, complicaria muito o deslocamento para quem busca uma ocupação profissional e está sem renda.


 
 

 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 03/03
Secretários estaduais de Saúde pedem mais rigor nas medidas de restrição contra Covid-19
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 02/03
Com 93% de taxa de ocupação de UTIs, Pernambuco decreta mais restrições
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco