Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Coronavírus

Pouco respeito às regras sanitárias em Boa Viagem e Água Fria

Publicado em: 02/10/2020 18:43 | Atualizado em: 03/10/2020 07:25

Movimentação em Boa Viagem e Água Fria, nesta sexta-feira (02). (Fotos: Bruna Costa / Esp. DP FOTO)
Movimentação em Boa Viagem e Água Fria, nesta sexta-feira (02). (Fotos: Bruna Costa / Esp. DP FOTO)
Alguns dos bairros com mais casos de óbitos do coronavírus no Recife são Boa Viagem com 160 mortes; e Água Fria, com 84 - notificados até última quinta-feira (1), pela Secretaria de Saúde da capital (Sesau). A reportagem do Diario de Pernambuco foi até esses bairros e circulou por alguns dos seus principais pontos, localizados na Zona Norte e na Zona Sul do Recife. Entre idosos, crianças e jovens não era muito comum o uso da máscara, apesar da recomendação. Apenas alguns estabelecimentos nos entornos estavam adotando medidas de proteção para evitar a volta da contaminação em massa.

No bairro de Boa Viagem, no primeiro e segundo jardins, a circulação das pessoas era pouca, mas algumas praticavam exercícios em grupos sem fazer o uso da máscara. Alguns comerciantes do local também vendiam seus produtos em barracas sem fazer o uso da proteção. “Aqui quando vemos que alguém quer entrar no estabelecimento sem a máscara, pedimos que a coloque”, disse Ana Paula, 41 anos, comerciante. Ela avalia a movimentação como regular, nos dias de semana, mas nos finais de semana e nos feriados o volume de pessoas que passam pela Pracinha de Boa Viagem é alto. 

Outra comerciante da região, contou que quando as pessoas vão comer chegam de máscaras, mas saem dos restaurantes sem usá-las. Por ter asma, Amanda Felipe, 26, disse também que tinha muita dificuldade em fazer o uso do equipamento e confessou que se sente sufocada.
 
ZONA NORTE 

No bairro de Água Fria,  a cena era surpreendente. Muitas pessoas não usavam a máscara e em alguns estabelecimentos era permitida a entrada de muita gente ao mesmo tempo, sem cuidado com o distanciamento social recomendado. No Mercado de Água Fria, havia muita movimentação. Nas calçadas das lojas, na Avenida Beberibe, o tumulto de pessoas era grande.

O mototaxista Ricardo Júnior, 38, falou que para o cliente poder subir na motocicleta deve estar fazendo o uso da máscara de proteção. Ele contou que a movimentação também é alta, principalmente na parte da manhã e no final da tarde. Fazendo compras pelo centro de Água Fria, Andreza Reis, 28, foi com a prima e o filho pequeno ao centro comercial. “Muitos não usam a máscara, nem todos cumprem as regras”, disse Andreza. 

Segundo a Secretaria de Saúde do Recife, os bairros de Água Fria e Boa Viagem, receberam as estações itinerantes de orientação sobre a Covid-19. Já foram distribuídas 490 mil máscaras, em três meses de ações. A prefeitura irá realizar outras ações durante a semana que vem.

As tendas das estações itinerantes estarão montadas, de segunda (5) à sexta-feira (9), das 8h às 16h, na Praça Frei Cassimiro (Santo Amaro), na Pracinha do Terminal de Chão de Estrelas, na Praça Farias Neves (Dois Irmãos), na Comunidade Beira Rio da Várzea, na Praça do Mangue (Afogados), na Imbiribeira (próximo ao Polo da Academia da Cidade de Cafesópolis), no Terminal do Ônibus Guabiraba/Derby (Guabiraba) e na Praça da UR-04 (Cohab).
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Celso Muniz (MDB)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #181 - Tiops de rins dos vertebrados
Rhaldney Santos entrevista Dr. Felipe Dubourcq, urologista
Polícia Federal vai usar drones para fiscalizar irregularidades nas eleições
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco