Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Coronavírus

Profissionais ligados ao turismo em Noronha fazem ato para flexibilizar entrada de turistas na ilha

Publicado em: 08/09/2020 09:19 | Atualizado em: 08/09/2020 20:07

 (Foto: Leandro de Santana/DP)
Foto: Leandro de Santana/DP

Profissionais ligados à rede de turismo em Fernando de Noronha fizeram um protesto, nesta manhã (8), para pedir ao governo do estado mudanças no protocolo de reabertura da ilha para turistas. Um ato também acontece em Noronha. Donos de pousadas, hotéis, bugueiros, conselheiros da ilha e outros comerciantes se concentraram na Avenida Boa Viagem, de onde seguiram, de carro, ao Palácio do Campo das Princesas.

O governo determinou a abertura de Noronha, a partir de 1º de setembro, apenas para turistas com resultados positivos de testes para a Covid-19 curados da doença. Junto com o pagamento da Taxa de Permanência (TPA), que também passou por mudanças e só será feito online, é obrigatório apresentar exames, que podem ser tanto o RT-PCR positivo realizado há mais de 20 dias, quanto o exame sorológico (IgG) positivo, que indica a presença de anticorpos contra a Covid-19. Os manifestantes, no entanto, pedem uma flexibilização dessa abertura, conforme protocolo construído por eles juntos ao Ministério Público de Pernambuco. 

 (Foto: divulgação)
Foto: divulgação

“O que a gente quer é que a ilha reabra para todos. A abertura aconteceu a partir do dia um. O primeiro voo, no dia cinco, chegou com apenas quatro turistas. Setembro e outubro são os meses de alta temporada na ilha, quando o mar fica ainda mais bonito. São 106 mil turistas por ano, sendo nove mil somente em setembro. Do dia 21 de março até sábado passado somente recebemos quatro pessoas. Tem o turista que se cuida desde o começo da pandemia, fez o distanciamento social e por que esse está sendo excluído?”, disse Fabiana Di Sanctis, dona de um hotel em Noronha há 35 anos. “Vimos um sete de setembro com praias lotadas. Aqui na ilha temos limitação, não temos aglomeração. Se seguimos tudo corretamente, como uso de álcool e máscara, tudo funciona”, completou.

Renato Maia, dono de pousadas em Noronha, disse que as empresas não vão sobreviver por conta da crise. “Todo mundo em Noronha depende do turismo. Queremos que o governo siga o nosso protocolo, que se baseia em abrir para todo mundo, não apenas para quem já teve Covid-19. A sugestão é fazer o teste 72 horas antes de embarcar e refazer no dia do embarque. Abrir apenas para quem já teve Covid-19 é uma afronta para quem seguiu as orientações de isolamento. O Brasil já está aberto para estrangeiros e Noronha não está para os brasileiros”, criticou. O governo do estado deve divulgar nota após o encontro com uma comissão dos manifestantes.

A Administração de Fernando de Noronha informou que, nesta segunda-feira (7), foram confirmados mais dois casos de Covid-19 na ilha. Os pacientes, passageiros do voo fretado da última quinta-feira (3), cumprem quarentena, em isolamento domiciliar. Outros três casos permanecem em investigação e 108 foram descartados. Com os novos infectados, sobe para 97 o número de registros de Covid-19 no arquipélago, sendo 42, identificados pelo estudo epidemiológico. 

O governo do estado enviou nota oficial sobre o assunto. Confira na íntegra:
O Governo de Pernambuco informa que uma comissão formada por empresários que atuam em Fernando de Noronha foi recebida nesta terça-feira (08), no Palácio do Campo das Princesas, pelo secretário-executivo da Casa Civil, Eduardo Figueiredo, acompanhado do superintendente jurídico da administração do arquipélago, Felipe Campos, e do diretor de projetos estratégicos, Daniel Bezerra. 
Durante a reunião, foram ouvidas as reivindicações dos empresários. Eles protocolaram um ofício em que solicitam, com celeridade, a flexibilização do protocolo de entrada de turistas na ilha. O documento será encaminhado ao Comitê Socioeconômico de Enfrentamento ao Coronavírus para avaliação e eventual deliberação.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista o candidato à prefeitura do Recife Coronel Feitosa (PSC)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #162 Anelídeos: segmentação corporal e parapódios
De 1 a 5: Dicas para a sua bicicleta ser seu transporte diário
Ministério da Saúde autoriza volta parcial da torcida na Série A
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco