Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

Protesto

Carreata em Boa Viagem pede para governo do estado liberar eventos festivos

Publicado em: 15/09/2020 11:38 | Atualizado em: 15/09/2020 11:55

Cerca de 33 veículos participam da carreata. (Foto: Leandro de Santana/Esp. DP.)
Cerca de 33 veículos participam da carreata. (Foto: Leandro de Santana/Esp. DP.)
Profissionais do setor de eventos sociais, como festas de casamento, 15 anos e formatura, realizam, na manhã desta terça-feira (15), uma carreata para pedir que o governo de Pernambuco autorize a volta dessas festividades, suspensas oficialmente desde março, por força dos decretos sanitários criados para conter o avanço do novo coronavírus. O protesto aconteceu ao longo da Avenida Boa Viagem, no Recife.

A concentração do ato foi feita no Parque Dona Lindu, em Boa Viagem. De lá, cerca de 33 veículos - como carros, caminhonetes e até um ônibus - seguiram pela avenida, até o prédio comercial JCPM, no Pina. Agentes da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) e da Polícia Militar (PM) acompanham o movimento. O trânsito está intenso na localidade.

“São seis meses parados, governador. Por favor, olhe por nós. Somos uma cadeia produtiva muito grande e muitos estão passando necessidades porque não puderam sequer ter acesso ao auxílio emergencial. São fotógrafos, garçons, casas de festa, artistas, buffets infantis, muitos profissionais estão sofrendo. Só queremos a oportunidade de poder voltar ao trabalho com segurança, seguindo todos os protocolos que foram entregues as autoridades competentes”, discursa a produtora de eventos Fabiana Schreiner, uma das organizadoras da manifestação. 

Segundo Fabiana, o setor de eventos sociais (festivos) será liberado na fase 9 do Plano de Convivência com a Covid-19. Mas ele não tem uma data prevista para começar a vigorar no estado. A Região Metropolitana do Recife, por exemplo, está na etapa 8 atualmente, e o avanço depende de diversos fatores. “Fomos os primeiros a parar e estamos há seis meses parados, sem renda e sem respostas. Os eventos corporativos já foram autorizados a retornar, mas nós, não”, lamenta.

Questionada, a Casa Civil do governo de Pernambuco afirma que “uma comissão formada por representantes do setor de eventos será recebida nesta terça-feira (15), pelo secretário-executivo de Articulação e Acompanhamento da Casa Civil, Eduardo Figueiredo, e pelo presidente da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), Antônio Neves. A reunião ocorrerá ao meio-dia, na Empetur, no Centro de Convenções, em Olinda”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista o candidato à prefeitura do Recife Coronel Feitosa (PSC)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #162 Anelídeos: segmentação corporal e parapódios
De 1 a 5: Dicas para a sua bicicleta ser seu transporte diário
Ministério da Saúde autoriza volta parcial da torcida na Série A
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco