Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Local

VIDA URBANA

Bombeiros salvam vida de jovem em Piedade

Publicado em: 11/06/2020 18:34 | Atualizado em: 11/06/2020 18:57

Mulher de aproximadamente 30 anos ameaçou se atirar da janela de seu apartamento, no nono andar (Paulo Paiva / DP FOTO)
Mulher de aproximadamente 30 anos ameaçou se atirar da janela de seu apartamento, no nono andar (Paulo Paiva / DP FOTO)
Foram cerca de duas horas e meia de drama e apreensão no bairro de Piedade, na tarde desta quinta-feira (11). Uma mulher de aproximadamente 30 anos ameaçou se atirar da janela de seu apartamento, no nono andar de um dos prédios da Avenida Bernardo Vieira de Melo. Uma equipe do Corpo de Bombeiros, com apoio da Polícia Militar, todos profissionais especializados em casos do tipo, conseguiu agir com precisão e evitou o pior desfecho para o caso, por volta das 16h30.

"Nós recebemos a ocorrência por volta das 14 horas, com a informação de que uma senhora, por volta dos seus 30 anos, estava tentando se suicidar. Então, chegamos e fizemos o isolamento da área e a abordagem, tentando conversar com ela", explicou o capitão Dutra, um dos responsáveis pela operação do Corpo de Bombeiros.

Ainda de acordo com o capitão, a equipe teve de se adaptar à estrutura do local onde a mulher subiu. "A abordagem tática foi dificultada por conta da estrutura da janela, mas conseguimos solucionar o caso basicamente com a negociação, junto com o apoio da Polícia Militar nesse processo de negociação."

A operação chegou ao fim por volta das 16h30, quando os especialistas aproveitaram a chance de puxá-la para dentro do apartamento. "No momento em que ela 'deu um vacilo', digamos assim, a gente conseguiu pegar pelo braço e colocar de volta para o quarto", explicou o bombeiro.

Ao final da operação, a comoção e a sensação de alívio tomou conta não apenas das dezenas de pessoas que se aglomeraram nas calçadas, como os próprios militares, que comemoraram o desfecho do caso. "Toda ocorrência de tentativa de suicídio com pessoas que tentam se atirar de alguma altura é uma tensão muito grande para nós. É uma ocorrência que demora muito e a gente não sabe o que está se passando na cabeça daquela pessoa, até para conduzir na conversa. E isso nos deixa muito apreensivos", destacou o capitão Dutra, antes de reforçar a perícia da equipe.

"Essa abordagem tática é muito arriscada. Basta um milésimo de segundo e pode colocar tudo a perder. Então, realmente é uma situação muito tensa para a equipe. 

Todos dos Bombeiros e com o apoio da PM, eram pessoas capacitadas, que fizeram curso de negociação e operações de tentativa de suicídio, e que já tinham expertise nessa área propriamente dita", finalizou.

Após a abordagem da equipe, a mulher foi atendida por uma unidade do SAMU e em seguida levada ao Hospital Santa Joana, sem ferimentos.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Órfãos da pandemia: um retrato trágico da contaminação pelo novo coronavírus
Escolas particulares se antecipam e já organizam retorno das atividades mesmo sem data para retomada
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
É preciso tocar a vida e se safar deste problema, diz Bolsonaro sobre pandemia
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco