Educação Feira da UFPE é adiada por causa de restrições financeiras

Publicado em: 17/09/2019 17:27 Atualizado em: 17/09/2019 17:42

A Expo UFPE 2019, feira expositiva dos cursos de graduação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) foi adiada por tempo indeterminado, devido às restrições financeiras. A informação foi divulgada nesta terça-feira (17), pela Pró-Reitoria para Assuntos Acadêmicos (Proacad), por meio da Diretoria de Informação Gerencial e Infraestrutura Acadêmica.

Destinada aos estudantes da Região Metropolitana e do interior do Estado que estão se preparando para a vida universitária, a Expo estava agendada, inicialmente, para os dias 25 e 26 deste mês. O objetivo do evento é que professores e estudantes da UFPE forneçam informações sobre os cursos de graduação oferecidos no Campus Recife da Universidade.
 
Cortes Orçamentários 

A UFPE está entre as universidades brasileiras atingidas pelos cortes orçamentários anunciados pelo Ministério da Educação (MEC) neste ano. Em maio, a UFPE teve R$ 55,8 milhões bloqueados pelo governo federal. Em agosto, com 30% de seu orçamento bloqueado pelo governo federal, a Universidade se viu obrigada a suspender o uso de ar-condicionado em salas de aula com janelas e outras dependências internas nos três campi: Recife, Vitória de Santo Antão e Caruaru.

A universidade recebeu do Ministério da Educação, em agosto, R$ 8,6 milhões para custear a manutenção, quando o repasse deveria ser de R$ 14,3 milhões. O mesmo aconteceu em julho. Em julho, a UFPE já havia anunciado a suspensão, temporária do lançamento de novos editais das pró-reitorias (exceto oriundos do Plano Nacional de Assistência Estudantil – Pnaes), o repasse de parcelas do Modaloc (Modelo de Alocação de Recursos) para os centros acadêmicos e departamentos, a contratação de novas bancas para concursos docentes e o início de reformas de infraestrutura. 


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.