Urbanismo Comerciantes do entorno da praça Dom Vital são realocados para o Cais de Santa Rita

Publicado em: 17/09/2019 13:01 Atualizado em: 17/09/2019 13:07

Foto: Carlos Augusto/PCR
Foto: Carlos Augusto/PCR

Mais uma etapa do ordenamento do comércio informal, iniciado no dia 1º de setembro, ocorreu no Bairro de São José.No último domingo (15), 73 barracas dos comerciantes de utensílios de cozinha, roupas e calçados, que ficavam localizadas na Praça Dom Vital – na calçada oposta à Basílica da Penha -, foram realocadas para o Centro de Comércio do Cais de Santa Rita, que fica próximo ao terminal de ônibus do bairro.

Foram construídos três novos equipamentos para abrigar os comerciantes que ficavam nas ruas de todo o bairro: o Centro de Comércio do Cais de Santa Rita, o Anexo do Mercado de São José e o Novo Mercado das Flores. Eles têm a capacidade para atender cerca de 550 trabalhadores da área.

A primeira etapa do Centro de Comércio do Cais de Santa Rita está em funcionamento desde 2017, com cerca de 40 boxes de alimentação. A etapa que está sendo entregue agora tem capacidade para 374 bancas e boxes de roupas, alimentação, feira de frutas e verduras, fiteiros, estivas e alimentos como grãos, charque e frios em geral. 

Além desse equipamento, também foi entregue no dia 1º de setembro o Anexo do Mercado de São José, com 87 boxes de ervas medicinais e artigos religiosos, que antes ficavam no entorno no Mercado de São José, nas conhecidas barracas verdes. O equipamento vai permitir a passagem de pedestres entre a Praça Dom Vital e o terminal de ônibus do bairro. Já o Novo Mercado das Flores, que antes funcionava próximo à sede do Consórcio Grande Recife, agora está com nova localização e funciona na continuidade do Centro de Comércio do Cais de Santa Rita. São cerca de 40 vendedores de flores beneficiados.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.