Tragédia Caminhoneiro que causou acidente na BR-101 é preso por homicídio culposo

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 18/08/2019 14:57 Atualizado em: 18/08/2019 17:26

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

O caminhoneiro que provocou um acidente com três veículos na BR-101 nesse sábado (17), na altura do km 16, bairro da Iputinga, foi preso em flagrante logo após ter alta da UPA da Caxangá, Zona Oeste do Recife. O acidente deixou oito feridos e levou a óbito uma mulher de 32 anos, passageira de um carro de aplicativo. De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, Edivaldo Odilon José, 34 anos, foi autuado por homicídio culposo, isto é, quando não há a intenção de matar, e lesão corporal de trânsito.

Ele será submetido a uma audiência de custódia ainda neste domingo (18), quando deve se decidir se segue preso ou se responderá a um inquérito policial em liberdade.

Segundo informações da polícia, o motorista do caminhão-tanque alegou ter perdido o controle da direção ao fazer uma manobra para se livrar uma moto que, de acordo com ele, teria atravessado na frente do caminhão. O veículo vinha do município de Paulista, na Região Metropolitana do Recife, com destino ao Cabo de Santo Agostinho, também na RMR, para receber abastecimento de carga de combustível.

Logo após o acidente, as vítimas removidas pelo Corpo de Bombeiros apresentavam Traumatismo Crânio Encefálico (TCE) e trauma de tórax. Entre as vítimas, está uma gestante. Para o local, foram enviadas duas ambulâncias dos bombeiros, duas duplas de moto resgate, uma auto bomba tanque e uma viatura de comando operacional. Quatro pessoas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A mulher que morreu foi identificada como Gabrielle Gadelha da Silva Pontes, de 32 anos, uma professora. Seu corpo foi levado ao Instituto de Medicinal Legal (IML) do Recife, onde aguarda liberação para sepultamento ainda neste domingo.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.