Operação Apito Final Polícia desarticula quadrilha responsável por comércio ilegal de armas de fogo, homicídio e tráfico

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 23/07/2019 08:42 Atualizado em: 23/07/2019 09:00

Foto: Reprodução/PCPE. (Foto: Reprodução/PCPE.)
Foto: Reprodução/PCPE.

Cinco pessoas foram presas nas cidades de Paudalho, Camaragibe e Recife por suspeita de praticar tráfico de drogas, comércio ilegal de armas de fogo e homicídios. Os mandados de prisão foram cumpridos durante a Operação Apito Final, deflagrada na manhã desta terça-feira (23), pela Polícia Civil.

As investigações começaram em 2018 e tinham o objetivo de desarticular a organização criminosa, chamada de "Guardas do apito". Além das prisões, foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão expedidos pela Primeira Vara da Comarca de Paudalho, na Zona da Mata de Pernambuco.

Esta é a 59ª Operação de Repressão Qualificada do ano, e está vinculada à Diretoria Integrada do Interior. A Operação é decorrente de investigação realizada pelo Delegado Altemar Mamede, titular da 16ª Delegacia de Homicídios, assessorado pelo Delegado André Beltrão, Titular da 52ª Circunscrição Policial, na Delegacia de Macaparana.

Na execução foram empregados mais de 55 policiais civis. As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco (DINTEL). A Operação está sendo coordenada pela Diretoria Integrada do Interior - 1.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.