Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

VALE DO JAVARI

Bolsonaro critica desaparecidos na Amazônia: 'Aventura não recomendável'

Publicado em: 07/06/2022 13:25

 (crédito: Reprodução/YouTube)
crédito: Reprodução/YouTube
O presidente Jair Bolsonaro (PL) comentou, nesta terça-feira (7), sobre o desaparecimento do indigenista da Fundação Nacional do Índio (Funai) Bruno Araújo Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips, colaborador do jornal The Guardian. De acordo com Bolsonaro, entre as hipóteses, "pode ser que tenham sofrido um acidente" ou que "tenham sido executados". E criticou o que chamou de "aventura não recomendável" já que os dois estavam sozinhos de barco. Ele disse também que as Forças Armadas trabalham com afinco para encontrá-los.

"Eles partiram de manhã em uma viagem entre São Rafael e Atalaia do Norte, de manhã, mais ou menos 3h. À tarde, fomos comunicados, no caso a Marinha, que eles não tinham chegado ao destino. No próprio domingo à tarde, começaram as buscas. O que sabemos até o momento: que no meio do caminho eles teriam se encontrado com duas pessoas que já estão detidas pela PF. Estão sendo investigados. E realmente, duas pessoas apenas em um barco, numa região daquela, completamente selvagem é uma aventura que não é recomendável que se faça. Tudo pode acontecer, pode ser um acidente, pode ser que eles tenham sido executados, tudo pode acontecer. A gente espera e pede a Deus que sejam encontrados brevemente. As Forças Armadas estão trabalhando com muito afinco", disse o presidente, em entrevista ao SBT News.
 
Bruno e Dom desapareceram no domingo (5) no Vale do Javari, na Amazônia, quando faziam o trajeto entre a comunidade Ribeirinha São Rafael até a cidade de Atalaia do Norte, distante 1.135km de Manaus. Bruno Pereira era constantemente ameaçado pelo trabalho que fazia junto aos indígenas contra invasores na região, pescadores, garimpeiros e madeireiros.

A Política Federal (PF) apreendeu, no início da noite desta segunda-feira (6), dois pescadores suspeitos de estarem envolvidos no desaparecimento

Bruno tinha um encontro com uma pessoa conhecida como Churrasco, na comunidade São Rafael, no Vale do Javari, no último domingo (6), compromisso que foi acompanhado por Dom na volta da viagem dos dois ao Lago do Jaburu, para visitar a equipe de Vigilância Indígena.

No entanto, Churrasco não apareceu e os dois seguiram viagem até a cidade de Atalaia, um trajeto que duraria duas horas, mas nunca foi completado pelos homens. Eles não foram mais vistos após a tentativa de encontro com o pescador e não fizeram mais contato.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Nova presidente da Caixa toma posse e anuncia primeiras medidas
Manhã na Clube: entrevista com o ex-ministro e pré-candidato ao senado, Gilson Machado
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Grupo Diario de Pernambuco