Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Descaso

Marília Arraes responsabiliza Paulo Câmara pela 'omissão' do governo com a saúde pública

Publicado em: 02/05/2022 21:34 | Atualizado em: 02/05/2022 21:53

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
"É desesperador ver o que acontece na saúde pública de PE e a omissão do governo", disse a pré-candidata Marília Arraes, após o teto do Hospital da Restauração desabar nesta segunda-feira (02). Parte do forro de gesso da unidade de trauma caiu atingindo pacientes internados no local. De acordo com a deputada, vídeos circularam pelas redes sociais mostrando muitos pacientes sendo removidos às pressas para outros setores, inclusive, alguns entubados.

"Essas imagens tristes e revoltantes mostram como o governo trata os pacientes e os profissionais de saúde que trabalham todos os dias nos hospitais públicos e demais unidades de saúde de Pernambuco. É estarrecedor uma tubulação de água romper, o teto cair e dezenas de pessoas terem suas vidas colocadas em risco por conta disso", desabafa Marília. 

A denúncia ainda trouxe informações de imagens em que foi possível observar o desespero dos profissionais de saúde diante do resgate de um paciente que foi diretamente atingido pelos pedaços de gesso e que acabou tendo o tubo do respirador arrancado. Aos gritos, médicos e enfermeiros retiram o paciente do local anunciando que precisam refazer o procedimento de intubação imediatamente.

"É absolutamente revoltante ver uma situação como essa. É o total descaso com a vida das pessoas. Já faz tempo que ouvimos relatos diários, seja no Hospital da Restauração, no Barão de Lucena ou no Getúlio Vargas, sobre a falta de estrutura e os perigos de se trabalhar ou ficar internado nesses hospitais. Estamos falando de vidas!", afirmou.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com Bruno Rodrigues e Débora Almeida
Manhã na Clube: entrevista com a dra. Tamara Cristina, endocrinologista
Refugiados ucranianos no Brasil: mais de 10 mil quilômetros longe de casa
Grupo Diario de Pernambuco