Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ELEIÇÕES

PV-PE defende bandeiras em propaganda eleitoral

Publicado em: 25/04/2022 12:25

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
Vai ao ar hoje, nas emissoras de rádio e televisão de todo estado, o primeiro filme com a propaganda eleitoral gratuita do Partido Verde de Pernambuco. Ao longo do dia, duas inserções serão divulgadas. 

“Somos sinônimo de proteção à natureza no Brasil e no mundo. E mostramos como é importante cuidar do que é nosso, para evitar problemas no futuro. Entendemos que a defesa da natureza é a defesa da própria vida das pessoas”, afirmou o presidente do Diretório Estadual do PV/PE, Clodoaldo Magalhães. 

A peça, intitulada Ser Verde 1, tem 30 segundos e traz uma abordagem totalmente voltada às bandeiras da sigla: defesa da natureza, direitos dos índios e a preocupação com os eventos climáticos. 

Clodoaldo Magalhães, que é da Mata Sul pernambucana - região seriamente atingida com as enchentes de 2010, e sofre com a falta d’água até hoje, fez o alerta para os riscos de não preservar o meio ambiente. “Não podemos esquecer dos exemplos. A Mata Sul, por exemplo, já foi muito castigada com as cheias que destruíram cidades e trouxeram dor para muitas famílias. Por isso, temos que cuidar da natureza. É nossa obrigação”, disse! 

A propaganda do Partido Verde – Pernambuco conforme indicado na decisão do TRE/PE, em cumprimento a Lei N° 14.291/2022 e a Resolução TSE N° 23.679/2022, terá 10 Inserções no primeiro semestre, sendo duas hoje (25/04) e as outras programadas para os dias 2 e 9 de maio. As propagandas totalizam cinco minutos de tempo partidário. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Ataque a tiros em escola nos EUA deixa 21 mortos
Para OMS, varíola do macaco ainda pode ser contida
Manhã na Clube: Henrique Queiroz Filho (PP), Edno Melo (Republicanos) e André Morais (CORECON-PE)
Soldado russo condenado à prisão perpétua por matar civil na Ucrânia
Grupo Diario de Pernambuco