Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CPI DA COVID

'Prevent Senior fraudou meu prontuário', diz ex-paciente à CPI

Publicado em: 07/10/2021 16:15

 (crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Em um dos depoimentos mais impactantes prestados à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, Tadeu Frederico Andrade, ex-beneficiário da Prevent Senior, relatou aos senadores, nesta quinta-feira (7), que a operadora de planos de saúde fraudou seu prontuário quando ele estava internado com coronavírus. A alteração, segundo o depoente, tinha como objetivo embasar sua transferência da UTI para o setor de cuidados paliativos — destinado a pacientes sem chances de cura pela medicina. Ele assegurou à comissão que, na ocasião, não era essa a sua condição de saúde.

Ao longo das investigações, a CPI reuniu evidências de que a Prevent Senior utilizava os cuidados paliativos para reduzir custos, o que teria provocado a morte de vários pacientes que poderiam ter sobrevivido caso tivessem permanecido na UTI.

"A doutora Daniela insere no meu prontuário 'início dos cuidados paliativos', sem autorização da família, e recomenda que não se faça mais hemodiálise, não se ministre mais antibiótico e também não faça ressuscitação. Ao final, ela diz, no prontuário, que está nas mãos da CPI e do MP de SP: 'Em contato com a filha Maíra, a mesa entendeu e concorda'. Isso é mentira, minha família não concordou", disse o depoente.

"Minha família lutou contra essa poderosa corporação, Prevent Senior. Eles lutaram para que eu não viesse a óbito. Eles não aceitaram a imposição dos cuidados paliativos, prática usada pela Prevent para eliminar pacientes de alto custo [...] Sou uma testemunha viva da política criminosa dessa corporação e de seus dirigentes", continuou.

A Prevent Senior, entre outras irregularidades, é acusada de retirar a citação à Covid-19 das certidões de óbitos dos pacientes. O objetivo seria favorecer a defesa do uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra a doença.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
CPI da Pandemia chega ao final com homenagens às vítimas da Covid
Manhã na Clube: ex-ministro Roberto Freire, dr. Cláudio Falcão e o advogado Pedro Avelino
Grupo Diario de Pernambuco