Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

VAGA NO STF

Mourão diz que sugeriu outro nome ao STF, mas que Bolsonaro não aprovou

Publicado em: 13/10/2021 13:55

 (crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou nesta quarta-feira (13) que chegou a sugerir ao presidente Jair Bolsonaro um nome para a vaga de ministro no Supremo Tribunal Federal (STF). Porém, disse que o chefe do Executivo não aprovou sua indicação, o desembargador Carlos Thompson Flores, ex-presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região do Rio Grande do Sul.

Bolsonaro aposta em André Mendonça, que teve a sabatina emperrada pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). O general ainda criticou a postura do ex-presidente do Senado de não pautar a sabatina do ex-AGU, três meses após a indicação.

"Acho que não está correto isso aí. O senador Alcolumbre deveria cumprir a tarefa dele, de presidente da CCJ, botar o nome para ser votado e acabou. Se for aprovado, muito bem. Se não for, muito bem também. É o papel do Senado, confirmar ou não a indicação do presidente da República. Uma coisa eu digo claramente: não está correto", alegou a jornalistas na chegada ao Palácio do Planalto.

"Na minha visão, eu gosto que as coisas sejam feitas de acordo com a com a regra, né? A regra é o quê? Está indicado, você vota e acabou. Se é aprovado ou não é outra coisa", completou.

"Já havia conversado com o presidente sobre o nome há muito tempo, e o presidente também tem conhecimento do papel e da competência técnica e profissional do desembargador, mas ele tem outras variáveis que leva em consideração para essa decisão", concluiu.

Hoje, durante evento em Miracatu (SP), Bolsonaro teceu elogios a André Mendonça e reforçou aceno à ala evangélica em indicar um ministro "terrivelmente evangélico".

"Se Eldorado (SP) tem um presidente, se Deus quiser, brevemente, Miracatu terá um ministro do STF. À família de Miracatu, à família de André Mendonça, meus cumprimentos por esse homem extremamente capaz e inteligente. E dentro dos meus compromissos, um evangélico para o STF", disse.

No último dia 10, o chefe do Executivo responsabilizou o senador Davi Alcolumbre por travar a sabatina de Mendonça.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Uso de máscara em locais abertos deixa de ser obrigatório no Rio
Manhã na Clube: entrevistas com o vereador Romero Jatobá (PSB), dr. Sérgio Paulo e Jaqueline Araújo
CPI aprova relatório que pede indiciamento de Bolsonaro
Manhã na Clube: entrevistas com Raul Henry, Gustavo Frigieiri e Vânia Besse
Grupo Diario de Pernambuco