Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Queiroga: 'Deixa eu trabalhar, senão o mito me manda embora'

Publicado em: 03/09/2021 16:37

 (foto: Walterson Rosa/MS)
foto: Walterson Rosa/MS
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, voltou a ironizar o boato de que ele teria sido demitido da pasta. Durante conversa com jornalistas, nesta sexta-feira (3), o cardiologista chamou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de “mito”.
 
Ao chegar no ministério pela manhã, o ministro foi solicitado por jornalistas. “Deixa eu subir, tenho que trabalhar. Senão o mito me manda embora”, afirmou para repórteres presentes. 

Durante a tarde de ontem, fontes ligadas ao Planalto confirmaram a saída do médico do governo Bolsonaro. Minutos depois, Queiroga concedeu entrevista negando boatos.

"Não sei a quem interessa essa indústria de boatos. Somente para fragilizar o governo. Não pedi demissão e nem vou pedir. Estarei aqui até o dia em que o presidente entender que sou útil. Brasil acima de tudo, Deus acima de todos", afirmou para jornalistas.

Queiroga é ministro da Saúde desde março deste ano. Ele assumiu a pasta no lugar do ex-ministro general Eduardo Pazuello. Por ser médico, o cardiologista foi escolhido para o cargo para combater a pandemia de Covid-19.

O ministro tem pensamentos ligados ao do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que já demitiu dois ministros, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, por não concordar com seus posicionamentos. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco