Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CPI DA COVID

Hang fala de politização de morte da mãe; Aziz rebate: 'O senhor quem expôs'

Publicado em: 29/09/2021 12:36

 (Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado)
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
No início da oitiva na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, nesta quarta-feira (29/9), o empresário Luciano Hang manifestou respeito às vítimas da doença, às famílias e aos profissionais de saúde. Em resposta às acusações do senadores, o dono da Havan disse que nunca foi negacionista e que fez doações de respiradores em meio à pandemia. E afirmou ainda que pode fazer da sessão de hoje "a melhor da CPI".

“Venho aqui de coração aberto esclarecer qualquer questão porque nada devo, não fiz nada de errado e a CPI não tem prova alguma contra mim. Afirmo que disponho de todo tempo do mundo para ouvi-los e gostaria também de todo tempo para responder com tranquilidade todos os questionamentos que me fizerem. Lembre-se: ‘Gentileza gera gentileza, respeito gera respeito’. Podemos fazer hoje, aqui, a melhor sessão da CPI da Covid. Hoje, estou aqui sozinho, mas com Deus e milhares de brasileiros do lado da verdade”, disse o empresário bolsonarista.

Hang lamentou ainda um suposto uso político da morte de sua mãe. O presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), rebateu e disse ao dono da Havan que foi ele quem trouxe o fato a público, dizendo que ela seria curada caso recebesse o tratamento precoce. “Para não confundir quem está nos vendo agora, achando que nós estamos usando o nome da sua mãe”, justificou o senador.

Na semana passada, durante o depoimento de Pedro Batista Júnior, diretor-executivo da Prevent Senior, foi descoberto que o atestado de óbito de Regina Hang havia sido falsificado, e que ela havia, sim, feito o uso do chamado kit covid, com substâncias como cloroquina, ivermectina e hidroxicloroquina — todas sem eficiência comprovada. Segundo o senador Renan Calheiros, a CPI tem informações de que Hang teria pedido aos médicos para “obscurecer os fatos” relacionado à morte da mãe para não manchar o tratamento precoce.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Baixas na equipe de Guedes
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco