Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

INVESTIGAÇÃO

ANS autua operadora Prevent Senior após denúncias

Publicado em: 28/09/2021 22:35 | Atualizado em: 28/09/2021 22:47

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autuou a operadora de saúde Prevent Senior, suspeita de fraudar atestados de óbito e omitir causa da morte de pacientes, na noite desta terça-feira (28). A agência reguladora verificou a existência de elementos que contradizem a versão inicial apresentada pela operadora de planos de saúde.

De acordo com o orgão regulador, a Prevent Senior deixou de informar aos pacientes que estavam recebendo o 'kit Covid', com medicamentos que não tem eficácia comprovada contra a doença. O auto de infração foi feito na tarde de ontem (27) e a operadora tem 10 dias contatos a partir dessa data para apresentar a defesa.

Se a infração for confirmada, a multa prevista é de R$ 25 mil por paciente. Por se tratar de um dano coletivo, esse valor será multiplicado por um número ainda a ser definido.

A agência reguladora informa ainda que continua analisando documentos relativos à Prevent Senior a respeito das denúncias de cerceamento ao exercício da atividade médica aos prestadores vinculados à rede própria da operadora. 

Em nota, a operadora de saúde afirmou "que não omitiu tratamentos dos pacientes e responderá ao auto no prazo solicitado.”

Segundo o jornal "Folha de S.Paulo", a ANS estaria ouvindo cerca de 190 pessoas em dois processos para apurar irregularidades envolvendo a operadora no atendimento a pacientes com Covid-19. 

Paralelamente, a reguladora realizou diligências na sede operadora Hapvida, na capital cearense, e na sede da operadora São Francisco, em Ribeirão Preto. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Baixas na equipe de Guedes
Trump anuncia planos para lançar nova rede social
Manhã na Clube: entrevistas com Teresa Leitão (PT), Fernandes Arteiro e José Teles
CPI da Pandemia recomenda indiciamento de Bolsonaro
Grupo Diario de Pernambuco