Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

RESPOSTA A ATAQUES

Randolfe a Bolsonaro: 'Só não pode me chamar de corrupto e miliciano'

Publicado em: 15/07/2021 22:21

 (Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) rebate ataques do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado/ Isac Nóbrega/PR)
Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) rebate ataques do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado/ Isac Nóbrega/PR
Em tom de deboche, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) usou as redes sociais nesta quinta-feira (15) para responder aos ataques do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O chefe do executivo voltou a criticar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID no Senado e atacar o grupo de oposição ao governo.

Bolsonaro insultou o presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), e o relator, Renan Calheiros (MDB-AL). “No circo da CPI, Renan, Omar e Saltitante (Randolfe) estão mais para três otários que três patetas”, escreveu o presidente no Twitter.

O presidente também citou que Cristiano Carvalho, representante da Davati Medical Supply no Brasil, afirmou que a empresa nunca pagou despesas dele ou do policial militar de Minas Gerais Luiz Paulo Dominguetti. Os dois denunciaram esquemas de corrupção dentro do Ministério da Saúde.
 
“Quanta honestidade”, escreveu o presidente em forma de ironia.

Bolsonaro lembrou que Carvalho utilizou o auxílio emergencial durante a pandemia. “Um negócio bilionário onde o Cristiano para sobreviver usa do artifício de se beneficiar do Auxílio Emergencial (sacou e não devolveu R$ 4.100,00 em 2020)”, afirmou.
 
De acordo com o presidente, o que "frustra" o G-7 (grupo de oposição)  é "não encontrar um só indício de corrupção" no governo. “No caso atual querem nos acusar de corrupção onde nada foi comprado, ou um só real foi pago”, escreveu.



Em resposta, o senador Randolfe Rodrigues usou o deboche para dizer que não vai se intimidar com os ataques do presidente. Ele brincou fazendo referência ao vídeo da Pfizer, do influenciador Esse Menino: “Senhor Pr… não! Pres… Não. Bolsonaro… Estimo melhoras! A CPI está avançando e nada vai atrapalhar as investigações!", iniciou.

"Entendo o nervosismo, especialmente com as denúncias de prevaricação e corrupção que se acumulam. Seus ataques só nos estimulam ainda mais. Não vão nos intimidar!”, continuou.



Randolfe ainda rebateu o termo “Saltitante” utilizado pelo presidente para se referir a ele. “E saiba que não me incomodo com os termos que você utiliza para se referir a mim 'saltitante, fala fina'… O Sr. só não pode me chamar de corrupto, miliciano, superfaturador de vacina e líder de internacional da fraude, né?”, completou.



O presidente Jair Bolsonaro segue internado no hospital, em São Paulo, para tratar da obstrução intestinal. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com o prefeito João Campos (PSB) e o governador Paulo Câmara (PSB)
De origem humilde, potiguar Ítalo Ferreira é o primeiro ouro do Brasil em Tóquio
Manhã na Clube: entrevistas com Ubiracé Elihimas e Frederico Belfort
Manhã na Clube: entrevista com o médico geriatra Marcelo Cabral
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco