Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

POLÍTICA

Todos aqueles, seja de qualquer partido político, têm o dever de derrotar Bolsonaro, segundo Tadeu Alencar (PSB)

Publicado em: 10/06/2021 09:12

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
O deputado federal Tadeu Alencar (PSB) declarou suas opiniões sobre o cenário político do país ao programa Manhã na Clube desta quinta-feira, da Rádio Clube Am 720, apresentado pelo titular da coluna Diario Político, Rhaldney Santos. Para o deputado, ainda não é o momento para tratar de outros assuntos que não seja o enfrentamento da pandemia. Porém, mesmo ressaltando bem o que considera prioridade no atual momento, Tadeu comentou que há uma "tarefa central, superior a todas as outras (...) que é enfrentar e derrotar a ultradireita no Brasil", comentou. Segundo ele, o projeto Bolsonaro desconhece as responsabilidades políticas no trato das questões que envolvem o país. "Bolsonaro é uma grande fralde", disse. Segundo o deputado, todos aqueles, seja de qualquer partido político, ”têm o dever de derrotar Bolsonaro”.

Ao ser questionado sobre a existência de outra ultradireita no país, o deputado afirmou que "o perfil do governo Bolsonaro no plano democrático não houve ainda. A ultradireita no Brasil é uma ultradireita envergonhada", destacou. Pois para ele, diante de ciclos democráticos que o país já vivenciou, mesmo com algumas divergências, apresentaram inovações e contribuíram para o avanço de melhorias, ao contrário do atual governo.

Para Tadeu, no país falta uma liderança nacional “que tenha comunicação com a população e conhecimento do Brasil profundo (...) não precisa ser do PSB, mas precisa ter compromisso democrático”, pontuou. Sobre a possível volta do ex-presidente Lula, o deputado disse considerá-lo um brasileiro que merece respeito. “Ele teve um governo reconhecido, saiu com 83% de aprovação e é considerado um ator importante”, disse, sobre as candidaturas à presidência da República.

Mas também, Tadeu ressaltou que sobre o assunto, “candidaturas e alianças elas estarão subordinadas e condicionadas a um projeto nacional que o objetivo é enfrentar e derrotar Bolsonaro, tudo mais tem que ficar em segundo plano”.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Protesto em Brasília acaba com conflito entre indígenas e policiais
Manhã na Clube: entrevistas com Carlos Veras, Sérvio Fidney e Marcel Costi
Vacina contra a Covid-19 criada em Cuba tem eficácia de 92%
Pontos fundamentais para fazer uma transição de carreira
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco