Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CPI

Mandetta sobre relação com Bolsonaro: 'Eu era o mensageiro da má notícia'

Publicado em: 04/05/2021 16:10

Na visão do ex-ministro da Saúde, o distanciamento entre os dois começou a ocorrer porque ele levava as notícias sobre os cenários futuros do Brasil

 (foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
)
Na visão do ex-ministro da Saúde, o distanciamento entre os dois começou a ocorrer porque ele levava as notícias sobre os cenários futuros do Brasil (foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado )
Durante o depoimento do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, nesta terça-feira (4), os senadores questionaram o médico sobre sua relação com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).
 
Mandetta afirmou que sentia ser "um mensageiro da má notícia". 

Na visão do ex-ministro da Saúde, o distanciamento entre os dois começou a ocorrer porque ele levava as notícias sobre os cenários futuros do Brasil na pandemia da Covid-19. 

"A sensação que eu tinha é que eu era o mensageiro da má notícia. Sabe quando você dá as notícias que você tem que dar, eu acho que lealdade é isso, você não deixar a pessoa dizer 'olha não fui assessorada, não foi explicado'. Acabou gerando mais distanciamento", explicou.

Anteriormente, questionado se as divergências com o presidente sobre a cloroquina e sobre as medidas de isolamento social, o levaram a pedir demissão, Mandetta reforçou que não "abandonaria seu paciente Brasil" durante a pandemia
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube - Entrevista com Rodrigo Maia e Gilson Machado Neto
De 1 a 5: dicas para destravar sua criatividade e ampliar a percepção
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 10/05
Gil do Vigor é recebido com festa da população e honraria em Paulista
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco