Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

PL aprovado em Comissão na Alepe busca consolidar dados sobre feminicídio no estado

Publicado em: 10/05/2021 19:45 | Atualizado em: 10/05/2021 20:03

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
A Comissão de Justiça da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou por unanimidade, nesta segunda-feira, o Projeto de Lei (PL) nº 2028/2021 que determina a criação do Programa de Registro de Feminicídio de Pernambuco. De autoria da deputada estadual Alessandra Vieira (PSDB), o intuito do PL é criar um programa de coleta, ordenação e análise de dados referentess a casos de feminicídio no estado e promover a integração entre os órgãos competentes. O PL agora segue para análise nas demais Comissões para, por fim, ser votado em plenário. 

Para efetivar o programa, será criado um Observatório do Feminicídio, que será integrado por representantes do setor público e da sociedade civil, além de pesquisadores. O objetivo é que essa entidade produza conhecimento sobre o tema e monitore a evolução das ocorrências para estimular a participação popular na criação de políticas públicas. Para a deputada e autora do PL, Alessandra Vieira, essa é uma iniciativa fundamental.

 “Um programa reunindo dados, experiências, iniciativas e produzindo análises consolidadas se faz fundamental para que mulheres tenham pleno direito a viver uma vida livre de violência, mal intolerável que o Estado tem o dever de combater”, assinala.
 
VIOLÊNCIA 

Combate que desde o ano passado se faz ainda mais necessário. Com a pandemia, mulheres tem tido que conviver por mais tempo com seus agressores, o que tem disparado o número de casos de feminicídio (assassinato cometido em razão de gênero) no estado. De acordo com dados da Secretaria de Defesa Social (SDS-PE), 75 mulheres foram vítimas em 2020. Já no primeiro trimestre de 2021, outras 27 mulheres foram assassinadas em crimes de feminicídio, o que representa um aumento alarmante de 42,11% em comparação ao mesmo período do ano passado, onde 19 vítimas tiveram suas vidas ceifadas. 

Aprovado, hoje, na Comissão de Constituição, Legislação e Justiça, primeira a analisar o projeto, o PL segue para a análise e aprovação das seguintes comissões: Administração Pública, Educação e Cultura, Saúde e Assistência, Ciência e Tecnologia, Cidadania, Segurança Pública, Defesa dos Direitos da Mulheres. Caso aprovado em todas elas, o Projeto de Lei 2028/2021 segue para votação no plenário da Alepe.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Terceira dose de vacina anticovid começa a ser aplicada em Israel para aumentar imunidade
Manhã na Clube: entrevistas com coronel Luiz Meira (PTB), Regina Sales e Maria Dulce
Manhã na Clube: entrevistas com José Maria Eymael, Rodrigo Floro e Chico Kiko (PP)
Leão se afasta de parque onde vive solto e assusta moradores de cidade africana
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco