Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

LEILÃO

Comitiva de Bolsonaro é recebida a ovos no leilão da Cedae em São Paulo

Publicado em: 30/04/2021 17:50

Na chegada, comitiva foi alvo de manifestantes. No entanto, ninguém foi atingido e o alimento espatifou em uma parede próxima
 (crédito: Reprodução/Tv Brasil)
Na chegada, comitiva foi alvo de manifestantes. No entanto, ninguém foi atingido e o alimento espatifou em uma parede próxima (crédito: Reprodução/Tv Brasil)
O presidente Jair Bolsonaro participou na tarde desta sexta-feira (30) do leilão da Companhia Estadual de Água e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), ocorrido em São Paulo. Na ocasião, o mandatário afirmou que a medida marca a economia e reforça confiança de investidores no país.

"É uma satisfação estar aqui. Devo a Deus a minha segunda vida, devo a Deus esse mandato e reafirmo minha lealdade ao povo brasileiro. Esse é o momento que marca a nossa história, a nossa economia. O governo voltado para a liberdade de mercado, na confiança dos investidores e na crença de que o Brasil pode ser diferente. Muito obrigado governador do Rio de Janeiro, meu amigo Cláudio Castro, Paulo Guedes, (Rogério) Marinho e demais envolvidos. Brasil acima de tudo e o nosso Deus acima de todos", apontou.

Em seguida, o chefe do Executivo deu três marteladas simbólicas. O leilão gerou R$ 22,7 bilhões de outorgas. O bloco 1, formado por municípios como São Gonçalo e Magé, teve como vencedor o consórcio formado pela Aegea, que ofereceu o maior valor de outorga, de R$ 8,2 bilhões.

A Iguá, representada pelo BTG, levou o bloco 2, dos bairros da Barra e Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, e outras duas cidades, por R$ 7,3 bilhões. O bloco 4, do centro e zona norte do Rio de Janeiro, além de municípios da Baixada Fluminense, foi arrematado pela Aegea por R$ 7,2 bilhões. Já o bloco 3 não recebeu lances.

O leilão contou ainda com a presença do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano; do governador em exercício do Rio, Claudio Castro (PSC); e dos ministros Paulo Guedes (Economia), Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e Tarcísio de Freitas (Infraestrutura).

Ovo
 
Na chegada à sede da Bolsa de Valores, manifestantes protestaram contra as mais de 400 mil mortes por Covid-19 no país, chegando a lançar um ovo na direção da comitiva presidencial no momento em que passava a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) e Helio Negão (PSL- RJ). No entanto, ninguém foi atingido e o alimento espatifou em uma parede próxima. Mais cedo, Bolsonaro almoçou com cerca de 45 empresárias.
TAGS: ovos | bolsonaro | comitiva |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Equipamento desenvolvido pela UFPE elimina o coronavírus de ambientes de forma automatizada
ONU marca reunião para discutir a crise no Oriente Médio
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 14/05
Cuba inicia vacinação contra a Covid-19 com imunizante próprio
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco