Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

eleição

Caso eleito, Coronel Feitosa (PSC) diz que lockdown não será medida adotada em seu governo

Publicado em: 12/11/2020 19:53 | Atualizado em: 12/11/2020 20:00

 (Foto: Wilamy Henrique)
Foto: Wilamy Henrique
O candidato a prefeito do Recife Coronel Alberto Feitosa (PSC) esteve, nesta quinta-feira, na Associação Comercial de Pernambuco (ACP), onde assinou um termo junto com o presidente da Associação, Tiago Carneiro. Na ocasião, Feitosa também garantiu aos comerciantes, donos de bares, restaurantes e os recifense que, caso eleito, não haverá lockdown na cidade, medida mais rígida de distanciamento social adotada em situações de agravamento no número de contágio pelo coronavírus. 

"Firmo este compromisso,  juntamente com a ACP, para, se eleito, não decretar o lockdown após as eleições. Preciso lutar para que isso não aconteça! As pessoas precisam de condições para se sustentar e pagar as suas contas. O povo recifense não pode passar necessidade!", declarou o candidato.

De acordo com ele, a iniciativa que precisa ser adotada é o investimento na saúde pública. "O que nós precisamos fazer é cuidar das pessoas e oferecer tratamento preventivo e precoce contra o coronavírus. Tem que dar atenção à saúde, mas sem haver o fechamento dos negócios.", salientou. "Eu entendo que as famílias precisam trabalhar e que os comerciantes têm estoques para serem vendidos. Por isso, repito que não irei permitir o fechamento dos estabelecimentos".

Em acordo com  a postura do candidato,  Tiago Carneiro, presidente da ACP, afirmou que esse é um sinal de comprometimento com a população. "O compromisso firmado pelo Coronel, em não determinar um novo lockdown, é muito importante, pois traz mais segurança para a comunidade empresarial local", contou.

Feitosa também se comprometeu a buscar criações criativas e tecnológicas para garantir projetos de qualificação dos comerciantes, além de buscar ajuda, junto com o Governo Federal, para promover a desburocratização dos processos para o recebimento do incentivo financeiro e/ou tributário.

CONVERSA COM COMERCIANTES 

O postulante também visitou o centro do Recife, onde dialogou com o público apresentando o seu compromisso com os comerciantes e enfatizou que o fechamento do comércio não irá acontecer caso seja eleito prefeito do Recife e direcionando críticas à atual gestão municipal disse: "No meu governo, não haverá o fechamento do comércio na nossa cidade. Isso é coisa de Geraldo Júlio e Paulo Câmara, mas comigo não será assim".

Comerciantes aproveitaram a oportunidade para apresentar suas demandas a Alberto Feitosa, a exemplo de Buiú do Pagode. "Eles (a prefeitura) querem fechar tudo. Nós vivemos disso e sabemos que não podemos ficar sem trabalhar. O prejuízo do lockdown é muito grande".
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Giovanni Prado, diretor executivo da Sicredi Pernambucred
Vacina russa afirma ter 95% de eficiência
ONU condena racismo estrutural no Brasil
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 24/11
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco