Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Eleições

Carta Compromisso com a primeira infância é assinada por Mendonça e Priscila Krause

Publicado em: 13/10/2020 11:08

 (Foto: Guga Matos/Divulgação)
Foto: Guga Matos/Divulgação
Na última segunda-feira (12), o candidato a prefeito do Recife, Mendonça Filho (DEM), aproveitou o “Dia das Crianças”, para reforçar seu compromisso com a educação básica. Mendonça assinou, junto com a candidata a vice, Priscila Krause, a Carta Compromisso Primeira Infância Prioritária, que se trata de um conjunto de ações destinadas a assegurar a ampliação de investimentos, a oferta de mais 10 mil novas vagas em creches do Recife e o envolvimento de setores públicos para amparar e apoiar o desenvolvimento pleno das crianças de 0 a 6 anos.

Segundo o candidato, dar prioridade a educação de primeira infância é essencial e esta é uma pauta que o Mendonça já vem discutindo em seus discursos. “A falta dessas oportunidades causa desigualdade, violência, pobreza e miséria, como temos visto no Recife. Vamos mudar esta triste realidade e priorizar a educação básica no Recife, começando com a oferta de 10 mil novas vagas em creches”, declarou.

O vice-presidente do Conselho Municipal de Defesa e Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente da Cidade do Recife (Comdica), Alexandre Cabral, o advogado e membro do Conselho de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil Pernambuco (OAB-PE), Cassius Guerra e o diretor de uma creche no bairro do Bongi, Mauro Cavalcanti, participaram da solenidade. No evento, Mendonça destacou que, caso eleito, estabelecerá prioridades para as crianças de 0 a 6 anos, através de ações específicas nas áreas de saúde, educação e proteção social.

Priscila Krause avaliou que o documento é mais uma prova do compromisso que a coligação “Recife Acima de Tudo” tem com a educação básica no Recife e disse também, que Mendonça Filho com a sua experiência como ministro da Educação, vai contribuir para melhorar os índices do setor, estagnados nos últimos anos. “É preciso promover o acesso à saúde, às primeiras consultas médicas do pré-natal das mães, bem como a assistência social para que as famílias possam ser estimuladores e participantes do processo educacional das crianças, principalmente nessa faixa etária de 0 a 6 anos”, pontuou Priscila.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Dr Carlos Romeiro, ortopedista
Rhaldney Santos entrevista Celso Muniz (MDB)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #181 - Tiops de rins dos vertebrados
Rhaldney Santos entrevista Dr. Felipe Dubourcq, urologista
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco