Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Exigência

Diretores do DNIT indicados por Bolsonaro terão que ser sabatinados no Senado

Publicado em: 16/10/2019 22:19

O Congresso alterou a medida provisória por articulação do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Foto: Roque de Sá/Agência Senado (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)
O Congresso alterou a medida provisória por articulação do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Foto: Roque de Sá/Agência Senado (Foto: Roque de Sá/Agência Senado)
Por articulação do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o Congresso alterou uma medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e obrigou que os diretores Departamento do Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) sejam sabatinados no Senado.

A previsão de sabatina do Senado para diretores do órgão estava prevista em lei desde 2001, quando foi criado o Dnit. Em janeiro Bolsonaro editou uma medida provisória retirando a prerrogativa do Senado. Durante a vigência da norma, Bolsonaro nomeou pelo menos sete novos diretores para o Departamento, que é vinculado ao Ministério da Infraestrutura.

O Congresso recolocou a exigência no texto de outra medida provisória que reorganizou a estrutura administrativa, esta assinada em junho e aprovada nesta quarta-feira, 16, pelo Senado. A exigência valerá apenas para diretores indicados após a publicação da lei. A emenda de Davi Alcolumbre, que propôs a mudança, exigia que os sete diretores já nomeados por Bolsonaro fossem sabatinados em 60 dias, mas a sugestão foi alterada pelo relator, Marcos Rogério (DEM-RO).

A exigência de sabatina havia sido aprovada na comissão mista que analisou a medida provisória, mas não constou no texto da proposta aprovada no plenário da Câmara e enviada ao Senado. Alcolumbre apontou, então, um erro de redação da Câmara e reinseriu a mudança no texto nesta quarta-feira, 16. O projeto que modificou a MP segue agora para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Bolsonaro nomeou os seguintes diretores do Dnit, sem sabatina: Antonio Leite dos Santos Filho (Diretoria-Geral), Andre Kuhn (Diretoria-Executiva); Márcio Lima Medeiros (Administração e Finanças); Karoline Brasileiro Quirino Lemos (Infraestrutura Aquaviária); Luiz Guilherme Rodrigues de Mello (Planejamento e Pesquisa), Euclides Bandeira de Souza Neto (Infraestrutura Rodoviária) e Marcelo Almeida Pinheiro Chagas (Infraestrutura Ferroviária).
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Segundo turno em PE: João Campos é eleito prefeito do Recife
Polícia Federal caça responsáveis por tentativa de ataque ao sistema do TSE
Apesar de empate em pesquisas, João Campos confia em vitória
Marília Arraes tem agenda intensa no dia que decide a eleição no Recife
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco