Declaração 'Ainda não há termômetro', diz Davi sobre indicação de Eduardo à embaixada

Por: Correio Braziliense

Publicado em: 09/09/2019 20:18 Atualizado em:

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
 (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
)
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil
Em visita de cortesia ao presidente em exercício, Hamilton Mourão, na tarde desta segunda-feira (9), o senador Davi Alcolumbre afirmou que ainda não há um termômetro em relação à indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) para a embaixada do Brasil em Washington.

"A mensagem ainda nem chegou. Há muita especulação em relação a isso. Estou ouvindo muitos senadores se posicionarem. O deputado Eduardo Bolsonaro tem procurado alguns senadores, conversado. Ele foi ao plenário do senado na semana passada fazer uma visita pessoalmente aos senadores durante a votação. Acho que é isso, é conversa. Ainda não há um termômetro em relação a isso. O que há é a apresentação de que está fazendo aos senadores, visitando. Pela informação que tenho é que ele já foi a alguns gabinetes de senadores e que fará mais visitas levando a sua mensagem", apontou.

Apesar da polêmica em torno desta questão, o Brasil recebeu o aval dos Estados Unidos caso Eduardo Bolsonaro seja realmente nomeado pelo Planalto e pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE). 

No entanto, ainda é necessária a votação no Senado para que a ideia saia do papel. O presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que só vai colocar o tema para votação em plenário quando tiver certeza que o presidente terá os votos necessários para indicação do filho.

Enquanto isso, Eduardo tem se preparado para a sabatina e o país completa cinco meses sem um representante no cargo. O encarregado de negócios, Nestor Foster é quem tem cuidado administrativamente da embaixada do Brasil, com restrições.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.