Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Política

declaração

Alvo de inquérito, youtuber diz que vídeo foi 'arroubo'

Publicado em: 13/08/2019 08:02

Reprodução
Alvo de um inquérito da Polícia Federal por ter postado vídeo com ameaças ao presidente Jair Bolsonaro e sua família, o youtuber Vinícius Guerreiro disse que está arrependido e que, após o caso ser noticiado, passou a sofrer ameaças. "Foi um acesso, um arroubo, eu cometi muito exagero ali. Não tenho intenção de fazer o que disse no vídeo. Aquilo foi um grito mesmo de 'chega'", disse ele, que está sendo defendido pelo criminalista Antônio Cláudio Mariz de Oliveira.

No vídeo, o youtuber afirma que "não tem mais condição de aceitar um b… como Bolsonaro no poder. Ele tem que ser assassinado, ele e a família". A gravação foi anexada pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, à ordem que deu à PF para abrir inquérito.

Ele declarou que fez o vídeo porque havia passado um dia tenso no trabalho e que ouviu "a piada que o presidente fez do desaparecimento do pai do Felipe Santa Cruz (presidente da OAB)". 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Majé Molê: um quilombo urbano na comunidade de Peixinhos
Creche na Ilha de Deus, uma promessa de doze anos
Entenda os riscos da escoliose para saúde
Primeira Pessoa com Bione
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco