Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Política

Eleições

Haddad sinaliza Josué Gomes como futuro ministro da Fazenda

O petista garantiu que a pessoa convidada será economista ou empresário para "gerar emprego e não cortar benefícios sociais"

Publicado em: 11/10/2018 23:43 | Atualizado em: 11/10/2018 23:58

O empresário é filho de José de Alencar, vice-presidente por dois mandatos de Lula. Foto: Leandro Couri/EM/D.A Press
O empresário é filho de José de Alencar, vice-presidente por dois mandatos de Lula. Foto: Leandro Couri/EM/D.A Press ()
O presidenciável Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores, disse em entrevista ao vivo para a rádio CBN, que o empresário Josué Gomes "tem todas as condições, perfil e sensibilidade social" para assumir o cargo de ministro da Fazenda no governo do petista. 

A declaração foi dada logo após um jornalista perguntar ao candidato quem ele convidaria para Fazenda. Haddad garantiu que a cadeira não será ocupada por um banqueiro. "Não quero banqueiro no Ministério da Fazenda, como Paulo Guedes (economista indicado por Jair Bolsonaro, do PSL). Ele especulou a vida inteira no mercado financeiro, não entende de geração de empregos, só entende de juros", disse. Segundo Haddad,  a pessoa convidada será economista ou empresário para "gerar emprego e não cortar benefícios sociais". 

Josué Gomes é filho de José Alencar (1931-2011), que foi vice nos dois mandatos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo informações do UOL, O empresário tinha 31 anos quando assumiu a Coteminas, criada pelo pai, em 1994, que tinha uma receita próxima a R$ 1 bilhão. Em 2017, o mesmo coglomerado, alcançou o rendimento de R$ 2,58 bilhões. 

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Pelé abre o jogo e fala sobre racismo, mil gols e sucessor
Não abandone animais, preze pela vida
Diabetes pode afetar a visão e provocar cegueira
Maduro: atitude passiva das autoridades policiais brasileiras
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco