Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Opinião
Canalhas! Canalhas! Canalhas!

Eduardo Romero Marques de Carvalho
Advogado

Publicado em: 28/11/2020 03:00 Atualizado em: 28/11/2020 06:04

Não há precedente na história do Sport de processo eleitoral mais acafajestado, conturbado, obscuro e pusilânime do que este que se apresenta à Nação Rubro-negra, da Praça da Bandeira. O lixo se espalha pelo tombadilho, os ratos começaram a saltar da embarcação que adorna, e os excrementos começam a transbordar dos vasos, saindo ralos, inundando os nobres salões.  A quem interessa esse desmantelo, essa anarquia, essa falta de compromisso e de pudor? A quem interessa essa falta de respeito e de vergonha na cara? A quem interessa enjoar e enojar homens e mulheres de bem, de modo a não quererem participar da nossa eleição?

Em nota oficial dessa sexta, 27, fomos surpreendidos pela desistência de uma das candidaturas ao pleito até aqui marcado para 18.12. Mais surpreendente do que abrir mão de disputar foram os motivos apresentados em nota oficial  do Antônio Júnior, subscrita por vários outros rubro-negros. Motivos que se traduzem em vilania, falta de compostura e covardia. Procurei Antônio, pedi que reconsiderasse e voltasse ao páreo. Em que pese tratar-se de adversário da nossa candidatura, a permanência da sua chapa enriqueceria o debate franco e honesto no campo das ideias, estimulando um número maior de rubro-negras e rubro- negros a participarem efetivamente das nossas eleições, conferindo legitimidade aos eleitos.

Esses “canalhas!”, que sempre foram “canalhas! canalhas! canalhas!, não desejam a disputa limpa, democrática, jogada dentro das quatro linhas, sob estrita observância às regras em vigor. Praticam o antijogo. São sujos. Dão carrinho por detrás. Batem “da canela prá cima”. Mentem. Falam pelas costas. Detratam a honra e tentam manchar a imagem dos outros. A conversa entre eles é no naipe do  “Vc é corno”, “Vc é ladrão”, “Vc é um FDP”, “Vc é laranja de ...”,  “Vou dizer aos meus irmãos que você falou mal da nossa mãe”, “Saia da minha linha...” etc etc etc e tal. Fidalgos, porém,  dias depois, sob o grito de “PELO SPORT, TUDO!”, sentam-se à mesma mesa de bar, ou de um restaurante, e acertam as contas secando uma garrafa de rum, tomando duas doses de um 12 anos,  ou dividindo as últimas lágrimas de um tinto de grife. Canalhas junto a hipócritas, invariavelmente ladeados por tarefeiros e títeres de plantão. Uns debochados escorados, como de regra, na hipocrisia dos outros. Hipocrisia que é marca infeliz, signo maldito, pecado capital de grande parte da sociedade brasileira.

Diante de tudo isso, as pessoas de bem afastam-se do clube, deixando somente aos desavisados, aos do cabresto, e aos tarefeiros, o poder de decidir o futuro da nossa Nação.

O MOVIMENTO “UMA RAZÃO PARA VIVER”! não morrerá de véspera. Não vamos sucumbir nem nos render às estratégias canhestras que venham da escuridão, do submundo. Nosso grupo  não tem “rabo preso”, não deve “favores”. Vamos em frente! Vamos pra cima! Vamos à luta!

PST!

Enem em plena pandemia vira desafio em dobro para estudantes
Enem para todos com o Fernandinho Beltrão #369 #370 Isolamento geografico, reprodutivo e genético
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 15/01
Amazonas anuncia toque de recolher
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco