Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Opinião
Usina Pernambucana de Inovação

Alexandre Rebêlo
Secretário de Planejamento e Gestão de Pernambuco

Publicado em: 26/10/2020 03:00 Atualizado em: 26/10/2020 05:45

Nesta segunda-feira, 26 de outubro, acontece o lançamento da Usina Pernambucana de Inovação. O evento virtual marca oficialmente o início dos trabalhos da unidade técnico-administrativa que, na prática, já vem desenvolvendo atividades, como os apoios recentes dados ao International Space Apps Challenge, mais conhecido como o Hackathon da Nasa, e ao Red Bull Basement,  voltado para a inovação dentro das universidades.

Criada em julho de 2020, a Usina é vinculada à Secretaria de Planejamento e Gestão e é presidida em conjunto com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação. O objetivo principal da Usina Pernambucana de Inovação é impulsionar a administração pública estadual direta e indireta na apropriação, no desenvolvimento e na difusão de tecnologias, de inovações e dos mecanismos previstos na Lei Complementar nº 400, de 2018, que dispõe sobre o incentivo à pesquisa, ao desenvolvimento científico e tecnológico e à inovação no Estado de Pernambuco.

A Usina Pernambucana de Inovação desenvolverá ações de fomento, sensibilização, capacitação, orientação técnica, avaliação, reconhecimento e disseminação de práticas inovadoras de gestão, com vistas à modernização da administração pública estadual. Para além desta descrição oficial, a Usina chega para inserir Pernambuco de vez no ecossistema de inovação do setor público e é fruto de um trabalho que começou há quase cinco anos, quando as discussões para a criação de um laboratório de inovação em Pernambuco se iniciaram.

Um estudo publicado no livro Inovação e Políticas Públicas: Superando o Mito da Ideia (2019), do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), tenta compreender e qualificar o fenômeno da tendência de incremento da cultura de inovação na administração pública nacional. A pesquisa aponta para um crescimento significativo nos últimos quatro anos deste ecossistema, mas mostra também que há uma distribuição desigual entre os estados.

A criação da Usina Pernambucana de Inovação, portanto, vem contribuir para um melhor equilíbrio regional, aumentando a participação do Nordeste neste campo da inovação no setor público, uma vez que a maioria dos laboratórios existentes se concentra no Sudeste do país e no Distrito Federal.

Fomentar a cooperação internacional é uma das questões basilares de quem trabalha com inovação. Com a Usina Pernambucana de Inovação não será diferente. As parcerias com a Nasa e a Red Bull já apontam para este caminho.  O evento de lançamento da Usina Pernambucana de Inovação contará com as presenças internacionais de representantes da Comissão Europeia em Bruxelas, da Comissão Europeia em Brasília, da Agência para Modernização Administrativa (AMA) da União Europeia e do Laboratório de Experimentação da Administração Pública (Lab X), também da UE. Vida longa e próspera à Usina Pernambucana de Inovação!

Segundo turno em PE: João Campos é eleito prefeito do Recife
Polícia Federal caça responsáveis por tentativa de ataque ao sistema do TSE
Apesar de empate em pesquisas, João Campos confia em vitória
Marília Arraes tem agenda intensa no dia que decide a eleição no Recife
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco